Enem: variar fontes de leitura ajuda na interpretação

FOTO: divulgação

Por: Colégios Marista - São Luis

31/10/2023 - 10:10 - Atualizada em: 31/10/2023 - 16:54

 

Além de ler textos de opinião e notícias é importante ter método de leitura

Assim como uma maratona, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é conhecido por trazer muitas questões com textos que costumam tirar o sossego de quem tem dificuldade em fazer leituras rápidas. Por isso, uma técnica que auxilia os candidatos na busca a uma vaga na universidade é grifar e anotar trechos dos textos que podem ajudar na hora de interpretar o que a questão pede.

De acordo com a professora de Língua Portuguesa do Colégio Marista São Luís, Luciana Morescki, o Enem não é uma prova conteudista e, por isso, não vai exigir conhecimento específico de regras gramaticais, por exemplo. No entanto, a interpretação de texto está presente em toda a prova. Então, o melhor é se preparar para interpretar as 180 questões divididas em dois dias dentro do tempo proposto.

Confira algumas dicas práticas para melhorar o repertório e a velocidade de leitura:

  • Pratique a leitura variada: os candidatos podem ler pelo menos uma notícia de jornal por dia e um artigo de opinião. Pode ser um tema que o aluno tenha afinidade ou um assunto geral, mas que traga diferentes técnicas argumentativas e diferentes posicionamentos.
  • Acostume-se com diferentes gêneros: o Enem gosta de cobrar o conhecimento em diferentes gêneros textuais, por isso é importante a variação e compreender o que cada um traz. Para não enjoar, a dica é ler conteúdos de interesse, seja na área de cultura, política, esporte ou notícias em geral.
  • Leia primeiro o enunciado: procure entender o que cada questão pede com atenção e depois siga para a leitura do texto de apoio. Assim, é possível já buscar o que o enunciado sinalizou.
  • Grife o que é importante: usar a técnica de grifar agiliza o processo como preparação. Faça fichamento dos textos lidos e grife com uma caneta colorida os trechos mais importantes. Dessa forma condiciona-se a mente para identificar os pontos mais relevantes do texto ao longo da leitura.
  • Ganhe velocidade: outro ponto importante é que quem lê mais, também lê mais rápido, o que é essencial no Enem, pois o tempo é crucial. Se o candidato tem ritmo de leitura, o cansaço vai demorar mais para chegar. É como se você estivesse se preparando para uma maratona, o que demanda prática e treino.