Emplacamentos em Jaraguá do Sul caem 61% em janeiro

Colunistas

Por: OCP News Jaraguá do Sul

sexta-feira, 06:00 - 05/02/2016

OCP News Jaraguá do Sul

2015-09-11 - ciclofaixa - ciclista - transito - piero ragazzi (20) Segundo o Detran-SC, frota na cidade atualmente é de 111.649 veículos

O número de emplacamentos de veículos em Jaraguá do Sul teve queda de 61% em janeiro deste ano, em comparação com o mesmo mês de 2015. Segundo o Detran-SC, foram emplacados 139 veículos no último mês - contra 356 em janeiro do ano anterior. A frota de Jaraguá do Sul acumula 111.649 veículos. A queda nos registros demonstra que os consumidores começaram 2016 mais retraídos do que no ano passado. E em todo o ano 2015, o número de emplacamentos na cidade caiu 33%, em relação ao ano anterior. De acordo com a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o desempenho do setor automotivo nos emplacamentos apresentou retração de 30% no país em janeiro deste ano, comparando com janeiro de 2015.

* * *

R$ 1,3 bilhão É o valor que a volta da CPMF deve tirar dos cofres de Santa Catarina em um ano, segundo a Fecomércio-SC.

* * *

3% É a participação de Santa Catarina na safra brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas em janeiro de 2016, que totalizou 210,7 milhões de toneladas.

* * *

Produtos orgânicos A produção orgânica cresce no país num ritmo de 15% a 20% ao ano. Em Santa Catarina estima-se que sejam mil famílias dedicadas à produção orgânica. Dos produtos orgânicos consumidos no Estado, 87% são produzidos internamente. A Secretaria da Agricultura constatou que em três anos 95% dos produtos denominados orgânicos estavam totalmente isentos de agrotóxicos.

* * *

Retomada do crescimento Comentando o discurso de Dilma Rousseff no Congresso Nacional na terça-feira (2), o presidente da Fecomércio-SC, Bruno Breithaupt, disse que a solução para a retomada do crescimento econômico sustentável passa pela desburocratização da carga tributária, através da simplificação e redução dos impostos e ainda de uma reforma trabalhista que foque na aprovação da terceirização e iguale os ganhos salariais com o crescimento da produtividade brasileira. A volta do CPMF é rechaçada pela entidade.

* * *

fabiana kochÉ possível ter sucesso em um cenário descrente? "Feliz e próspero ano novo”. Certamente essa frase, esses votos, foram repetidos inúmeras vezes nos últimos dois meses. Mas, será que quem disse realmente acreditava, tinha fé? Ou desejou apenas como hábito e tradição? Acredito que a maioria tenha apenas desejado um feliz 2016 automaticamente, por educação! Por outro lado, as afirmações têm muito poder, especialmente quando repetidas diariamente e ditas com o coração. Ter ou não sucesso num cenário descrente vai depender muito mais da performance individual de cada profissional, do que dos resultados financeiros da empresa. Afinal, o que é sucesso? Sucesso é algo relativo e a definição merece ser pessoal. Saber o que significará ter sucesso em 2016 é tarefa individual. Ou corremos o risco de vivermos e batalharmos pelo sucesso de outro alguém. O sucesso vai depender da postura e das atitudes do profissional, diante de cada experiência vivida. Sucesso está muito mais relacionado ao modo como se lida com as situações, do que com o que acontece com as conquistas. “Às vezes a pessoa é tão pobre que ela só tem dinheiro”. Essa frase me levou a refletir novamente sobre o quanto o sucesso - quase sempre - é relacionado a conquistas materiais. Em 2016, sucesso pode ser a empresa fortalecer a equipe através de reuniões frequentes para desenvolvimento. Sucesso em 2016 pode ser a motivação de algum colaborador que foi promovido. Sucesso em 2016 pode ser firmar novas parcerias, novos produtos, novos perfis de clientes! Desejo que em 2016 o sucesso seja algo novo, e não apenas o placar de faturamento da empresa! Feliz e próspero 2016, mesmo que seja apenas uma afirmação!

LEIA A COLUNA COMPLETA NA VERSÃO DIGITAL DO JORNAL O CORREIO DO POVO

×