Elas estão a caminho – Luiz Carlos Prates

Por: Luiz Carlos Prates

25/01/2024 - 07:01

O ano novo já é velho, e aí, o que é que está mudando em tua vida? Estou fazendo essa pergunta a um imaginário amigo ou amiga. Muitos. A pergunta é um tanto vazia, afinal, quem é que não sabe que não existe ano novo? O calendário foi uma invenção humana para que tivéssemos um pouco de ordem na vida, mas nada muda de domingo para segunda ou de 31 de dezembro para 1º de janeiro. Nada. Tudo igual. Tudo igual se a pessoa assim desejar, se comportar. Tudo pode mudar agora, já. Frases cansativas, enjoadas mesmo, frases que nós mesmos, não raro, dizemos: – Não vale a pena, não vai dar certo, ninguém me ajuda, não tenho sorte… Essas baboseiras que costumamos dizer para que sosseguemos o facho das inquietações. As coisas na vida são o que nós fazemos delas. Há quem veja numa guerra um belo passo para o progresso humano, é uma questão de valores. O que cruza diante dos meus olhos, dos seus, da mãe Joana, vai seguir em frente com os nossos juízos de valores. As coisas em si mesmas não são boas nem más, elas são. Simplesmente são. Um vírus não é mau para ele mesmo, a ação dele é que nos prejudica, mas não prejudica a outros seres iguais a ele. E em sendo assim, se as coisas não são os que são, mas o que fazemos delas, tudo depende de nós para mudar a vida. Se eu achar que só a fulana me pode fazer feliz, pronto, dei um passo largo para a infelicidade. E se ela me ignorar? Sonho em trabalhar em determinado lugar. Pode ser que trabalhe, tudo vai depender de muitas questões… E se não der? Se não der, há inúmeros outros lugares e trabalhos que posso fazer. Tens medo de quarto escuro? Liga o gravador, liga a câmera e fiques esperando: quando o “fantasma” aparecer ele vai ser filmado, gravado de todo jeito. Vai aparecer? Coisa nenhuma, fantasmas são uma invenção dos espertalhões, “dinheiristas religiosos”, os que ganham e enriquecem com a ignorância humana. – Ah, quase esqueço. Quem até agora não fez nada provavelmente está esperando pelo ano que vem, como esperaram pelo ano passado. Coitados.

ESQUECIDA

Você sabe qual é a figura mais enganada na nossa vida? É a segunda-feira. A pobrezinha da “segunda” vive os esquecimentos desde que nasceu. Ela está cansada de ouvir: – Ah, na segunda-feira eu começo! A segunda ouve isso e pensa: e por que tu não começas hoje, seja o dia que for? Ora, o “tempo” nos conhece, por regra de maioria deixar para amanhã ou para segunda é um bom conforto. Os vencedores vivem o hoje. Uma lupa para achá-los.

TENTAÇÃO

Cair em tentação é tentação. Mulheres mal-informadas caem fácil nesse buraco. E o precipício mais novo são os Implantes hormonais, venenos para que elas “superem” problemas na menopausa. As sociedades médicas do Brasil estão lascando com essa ignorância, a mulher que entra nessa corre sérios ricos de AVC, queda de cabelo, sobrecarga no fígado, problemas no coração… Um horror a lista. De fato, a ignorância mata mais que veneno…

FALTA DIZER

Está em Efésios 5.21.24 – “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher… Assim como a Igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres em tudo sujeitas a seus maridos…”. Que tal, leitora? Sujeita a tudo, hein, o marido é a cabeça da mulher… Onde elas deixaram o bodoque?