O dezembro vermelho é o mês dedicado à prevenção do HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. A AIDS é causada pelo vírus HIV, que ataca o sistema imunológico, destrói os glóbulos brancos e pode ser transmitido pelo esperma, secreção vaginal, sangue ou pelo leite materno.

Para evitar o vírus é necessário:

  • Utilizar preservativo na relação sexual;
  • Exigir material descartável ou esterilizado em consultórios, laboratórios, barbearias, serviços de manicure, piercing e tatuagem;
  • Não compartilhar objetos cortantes/perfurantes como agulhas, lâminas e seringas;
  • Usar luvas ao manipular feridas e líquidos contaminados;
  • Grávidas devem fazer teste HIV no pré-natal e seguir as orientações do médico para que a gravidez seja segura para o bebê.

O dezembro laranja tem por objetivo estimular a população na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de pele, o câncer mais incidente no Brasil: 176 mil novos casos ao ano.
Para evitá-lo, use filtro solar. Para quem trabalha diariamente exposto ao sol, também é indicado a utilização de equipamentos de proteção individual (EPI) como chapéus de abas largas, óculos escuros, roupas que cubram boa parte do corpo além de protetor solar com fator mínimo (FPS) 30.

O dezembro alerta, mês de festas, fica por conta dos altos índices de contaminação por Covid-19 que estamos enfrentando no Estado de Santa Catarina neste momento.

Ultrapassamos todos os índices registrados em agosto quando passávamos pelo pior momento da pandemia e estamos caminhando para o caos do sistema público de saúde, caso não haja redução do número de casos.

É urgente e imprescindível seguir as regras de prevenção: usar máscara, manter o distanciamento social e higienizar constantemente as mãos com álcool gel ou água e sabão.

Evite festas e ambientes frequentados por desconhecidos. Celebre apenas com seus familiares, em sua casa. Não arrisque sua saúde e a da sua família por uns momentos que perderão o significado se alguém adoecer por conta deles.