Dengue: Estado de Emergência e chegada das vacinas – Pelo Estado

Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Por: Pelo Estado

23/02/2024 - 07:02

Na última quarta-feira, 21, chegaram a Santa Catarina 29.100 doses da vacina contra a dengue. Por orientação do Ministério Público, neste primeiro momento elas serão utilizadas para aplicação da primeira dose em crianças de 10 e 11 anos de 13 municípios da região Norte, onde o índice de casos da doença, com óbitos, é maior. A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), já iniciou a distribuição das vacinas aos municípios contemplados. A administração da vacina contra a dengue é realizada em um esquema de duas doses com um intervalo de 3 meses entre elas e o objetivo é reduzir as hospitalizações e óbitos decorrentes da doença.

Na manhã de ontem, a governadora do Estado em exercício, Marilisa Boehm, a Secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto e o Diretor da Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, João Augusto Brancher Fuck, assinaram o Decreto Emergencial Epidemiológico em razão da Infestação do mosquito Aedes aegypti em Santa Catarina. Como a proliferação do mosquito está ligada ao clima, a Defesa Civil também foi envolvida nas ações de combate à doença.

O aumento de casos de dengue no Estado também foi pauta de reunião da Comissão de Saúde, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Para o presidente da Comissão de Saúde, deputado Neodi Saretta (PT) , a situação é alarmante. Ele informou que o Tribunal de Contas encaminhou ofício para os municípios catarinenses visando conhecer o plano de contingência dos gestores públicos municipais no combate a essa enfermidade. Para o vice-presidente da Comissão, doutor Vicente Caropreso (PSDB), o Parlamento tem que assumir o protagonismo, coordenando campanhas ostensivas para esclarecer e conscientizar a população.

Embaixadora da tecnologia e inovação

A governadora em exercício Marilisa Boehm ganhou o status de embaixadora dos editais de fomento ao empreendedorismo feminino que são administrados pela Fapesc. O ato ocorreu na tarde desta quarta-feira (21), na sede do SEBRAE, na Capital, durante o Seminário Final do Programa Mulheres+Tec 1. No evento, Marilisa anunciou que em 2024 R$ 5 milhões serão investidos pelo governo do estado em projetos de pesquisa, tecnologia e inovação liderados por mulheres para os editais Mulheres+Tec 3 e Mulheres+Pesquisa 1. As duas chamadas públicas serão lançadas em 8 de março, Dia Internacional da Mulher.

Segundo a diretora da Fapesc, Valeska Tratsk, na primeira edição do programa, das 70 propostas inscritas, 25 foram selecionadas, recebendo até R$ 60 mil para fomentar o desenvolvimento de produtos, serviços ou processos, totalizando quase R$ 1,5 milhão em investimentos. Na segunda edição, o número de submissões quase dobrou, saltando para 120. Vinte projetos foram selecionados, recebendo até R$ 90 mil cada, num total de até R$ 1,8 milhão.

Programa Lucra Mais 2024

O Sebrae/SC lançará a segunda edição do Programa Lucra Mais em 28 de fevereiro, reunindo microempresas e pequenas empresas do setor comercial e serviços. Este projeto, idealizado em parceira com Senac SC, Fecomércio SC e FCDL SC, busca fortalecer estratégias e caminhos práticos para o crescimento lucrativo dessas unidades. No ano passado, as empresas participantes registraram altos índices de recomendação e aumento de renda, como 93,4% de satisfação e 33,4% de crescimento no faturamento.

Mais vôos

A VoePass Linhas Aéreas está expandindo suas operações em Santa Catarina com novos voos e frequências. Os novos destinos anunciados pela empresa incluem voos de Chapecó para Guarulhos (SP), de Chapecó para Florianópolis e de Florianópolis para Porto Alegre. As passagens aéreas para os novos voos e frequências estão disponíveis no site e demais canais de venda da Latam, parceira de codeshare da VoePass, a partir do dia 25 de fevereiro, com operação a partir do dia 1º de maio. A notícia já é reflexo da lei que reduz a alíquota de ICMS do querosene de aviação em Santa Catarina, que foi aprovada pela Assembleia Legislativa (Alesc) no final de 2023.

Racha por impeachment

Em meio a toda a polêmica após as declarações do presidente Lula, que comparou as ações de defesa de Israel ao Holocausto, a deputada do PSDB, Geovania de Sá encabeçou a lista dos parlamentares catarinenses que assinaram o pedido de impeachment de Lula. Já Ismael dos Santos, do PSD, que possui indicações de cargos no governo federal, preferiu se manter calado.

Mas isto não é novidade, já que a bancada evangélica de SC no Congresso Nacional tem discordado ultimamente sobre as ações do governo federal que, a priori, eram sempre defendidas pelo pessedista.

Concessão de alvarás

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) realizou esta semana a segunda reunião com a Prefeitura Municipal de Florianópolis e órgãos fiscalizadores para revisar o sistema de alvarás para festas e eventos em áreas públicas do município. O encontro foi marcado pelo entendimento entre os órgãos envolvidos acerca da adoção de protocolos comuns que promovam a devida regularização dos eventos, que deverão estar amparados por todos os alvarás e autorizações necessárias, principalmente, no que diz respeito à segurança. O tema chegou ao MPSC após a denúncia de que alguns grandes eventos foram realizados no final do ano passado, na Capital, sem ter todos os alvarás necessários. Coincidência ou não, o encontro foi realizado quase no mesmo dia em que foi divulgado o esquema de desvio de verba dos eventos do município, na Operação Presságio.

Acordo para a educação

A comitiva catarinense nos Emirados Árabes se reuniu com diretores e professores da Higher Colleges of Technology (Faculdades Superiores de Tecnologia), em Abu Dhabi, na quarta-feira, 21. Na ocasião, foi proposto um acordo de cooperação entre os Emirados Árabes e o governo catarinense, através de instituições como a Acafe. “Essa faculdade sofreu uma grande transformação na sua grade curricular há dois anos, passando a priorizar, além do ensino teórico, as ciências aplicadas, para preparar os estudantes para o mercado de trabalho”, comenta o deputado estadual Antídio Lunelli, um dos integrantes da comitiva internacional. O intercâmbio de alunos e professores também foi tratado na reunião.