Crescimento sustentável das empresas: Estratégia, Cultura e Governança

Foto: divulgação

Por: Informações jurídicas

25/08/2023 - 14:08 - Atualizada em: 25/08/2023 - 16:08

O crescimento sustentável de uma empresa está intimamente ligado ao modo de gestão do negócio, a forma com que a organização alinha sua estratégica, cultura e governança. As empresas contemporâneas exigem muito mais do que uma estratégica sólida. Empresas bem-sucedidas requerem uma cultura organizacional eficiente e uma governança eficaz. São pilares fundamentais para dar direcionamento a empresa.

A estratégica do negócio definirá o plano orientador da empresa, estabelecerá as metas, as prioridades e as perspectivas de mercado. Será aqui que a empresa analisará sua atuação no mercado, seu portfólio de produtos, seu posicionamento e aonde quer chegar. Está muito alinhada com a visão e os valores da organização. Um ponto importante é que ela precisa ser flexível e adaptável às mudanças de mercado. Hoje, um orçamento anual, tem sido revisado em menor periodicidade, o Planejamento Estratégico da empresa tem sido também revisitado em curtos espaços de tempo. Tudo isso pois o mercado tem sido instável, as mudanças têm ocorrido com muito mais rapidez.

Aliada à estratégica, está a cultura organizacional, cujo papel abrange os valores, normas e comportamentos que vão orientar as pessoas da empresa. O que seria de uma empresa sem pessoas? E sem estas pessoas com uma cultura forte e engajada na realização da estratégia? Uma empresa com uma cultura forte, tem colaboradores mais motivados a desenvolver estratégicas eficazes para a organização.

A governança corporativa é muito mais do que um sistema de direcionamento e monitoramento das empresas. É um “modo de gestão”, a forma com que se alinha transparência e ética empresarial e garante uma prestação de contas eficaz, alinhamento os interesses dos sócios, direção e Conselhos de Administração e/ou Fiscal. Estruturas e processos bem definidos direcionam a tomada de decisão das empresas com uma gestão de riscos mensuráveis, assegurando decisões estratégicas responsáveis e alinhando interesses.

Adaptar-se ao mercado de maneira estratégica, possuir uma cultura forte e ter a tomada de decisões responsáveis criam bases sólidas para o crescimento e sucesso das empresas.

Por Fernanda Fachini (OAB/SC 20.229)

E-mail: nanda.fachini@gmail.com