Concessionária Uvel apresenta a nova Chevrolet S10

Colunistas

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 04:00 - 15/06/2016

OCP News Jaraguá do Sul
nova-s10-2017-6-620x400 Com um dos visuais mais modernos da categoria, a nova S10 chegou a Jaraguá do Sul. O veículo foi apresentado ontem pela concessionária Uvel, que abre as portas para os interessados em conhecer o modelo e realizarem um test-drive. O segmento de picapes de médio porte é dominado pela S10 há mais de 20 anos. Mais do que um veículo com motor e potencia para enfrentar a estrada, a Chevrolet promete tecnologia, conforto e design moderno. A frente traz grades cromadas, lanternas traseiras em LED e faróis que combinam estilo e requinte com a robustez de uma picape. A marca afirma ter o maior espaço interno, nas distâncias para ombros, cabeça e pernas. Mas não é só no espaço que a S10 levaria vantagem, a praticidade também está presente em recursos exclusivos, como a compatibilidade da central multimídia com sistema operacionais de diversos smartphones. • CONHEÇA UM POUCO MAIS DA NOVA S10 Um dos grandes destaques tecnológicos é o espelho retrovisor interno. É nele que fica o controle do OnStar, um sistema de ajuda o motorista. Com um computador de bordo, o veículo também centraliza informações importantes para a operação direta: velocidade instantânea, odômetro parcial, consumo médio, velocidade média para duas viagens, autonomia, consumo instantâneo, cronômetro e temperatura externa. Além disso, o veículo traz importantes itens de tecnologia voltados a segurança como o alerta de colisão frontal que, por meio indicações sonoras e visuais, avisa a presença de um carro muito próximo na sua frente e o alerta de desvio de faixa que indica se a picape esta saindodo da faixa de rolagem.

* * *

Governo erra ao calcular impacto de reajuste

O Ministério do Planejamento informou ontem que o impacto do reajuste dos servidores, aprovado pela Câmara dos Deputados, será de R$ 67,7 bilhões entre os anos de 2016 e 2018. A nova previsão corrige informação divulgada pelo governo no início do mês, de que o efeito desse reajuste seria de R$ 52,9 bilhões nestes três anos. O “erro técnico”, como foi definido, deixou de calcular uma diferença de R$ 14,8 bilhões, que representa um aumento de 30%.

* * *

1,6 milhão de brasileiros deixam planos de saúde

No período de um ano, aproximadamente 1,6 milhão de brasileiros deixaram de ter plano de saúde, conforme informações disponibilizadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Em maio de 2015, os planos tinham 50.183.430 pessoas vinculadas, número que caiu para 48.623.463 no mês passado. Nos cinco primeiros meses de 2016, os planos perderam 788 mil clientes. Na comparação entre maio e abril deste ano, são menos 30 mil beneficiários.

* * *

sandro ferrari

A importância de pedir desculpas

Cada pessoa tem o livre arbítrio de fazer suas próprias escolhas e é responsável por elas.

Pedir desculpa não é uma atitude simples. Por isso, a grande maioria das pessoas prefere viver com razão ou, talvez, com uma sensação falsa de razão ao invés de reconhecer os próprios erros, pedir perdão e fazer as pazes.

Os motivos são infinitos. Pode ser uma questão cultural, orgulho, ego ou até mesmo arrogância. Ao que parece, muitos escolhem permanecer brigados e com uma pendência no ar do que entrar em um acordo, deixando a razão de lado e ficando em paz.

Hoje, é normal vermos pais pedirem desculpas aos filhos, mas até pouco tempo atrás isso era pouco comum. Nesse sentido, vale lembrar que os filhos seguem os exemplos dos pais.  Eles são modelos e se a educação é severa, com os pais invadindo o espaço dos filhos, como querer atitudes diferentes deles? Com a capacidade de pedir desculpas funciona da mesma maneira.

Cada pessoa tem o total controle sobre si. Assim, mesmo vivenciando uma educação onde os pais jamais pedem desculpas e sempre tem a falsa sensação de razão, é possível agir de forma diferente. Quando se quer, o orgulho é deixado de lado e o pedido de perdão acontece.

Fazendo uma comparação da vida com um copo de água, iniciamos o dia com nosso copo vazio e, à medida que situações vão ocorrendo, ele se enche, esvazia e assim continuamente até o anoitecer. O ideal é que nosso copo esteja vazio na hora de dormir, mas muitas vezes, ele fica cheio e até transborda, justamente pela falta de humildade de pedir e aceitar desculpas.

O ser humano possui uma autodefesa natural e perceptível. Se permitimos, a vida será sempre um contínuo processo de mudança, se não fosse verdade, ainda estaríamos vivendo no tempo das cavernas e cada pessoa tem o livre arbítrio de fazer suas próprias escolhas e é responsável por elas, mas muitas por defesa, esconde verdades e tende a buscar sempre a razão. E dessa forma, evita pedir desculpas.

Parece fácil esvaziar o copo, mas como fazer isso, como pedir desculpas e assumir os próprios erros se muitas vezes nós temos, de fato, a razão? Vale se perguntar: afinal de contas é melhor ter razão ou ser feliz? Pense nisso. Forte abraço!

 
×