Dia destes, ela completou 95 anos. Uma bela idade, num passado não muito remoto era uma questão de ganhar manchete de jornais chegar aos 95... Hoje, se a pessoa se mantiver “atlética”, não é difícil. A aniversariante era a atriz da Globo Laura Cardoso, que ganhou muitos parabéns no programa da Patrícia Poeta, Encontro.

Não fosse pela estupidez de muitas pessoas eu não estaria neste assunto, falando de uma obviedade... Ocorre que mesmo com a idade que tem, Laura está na ativa, faz novelas, memoriza textos deste tamanhão, memoriza, quer dizer, guarda na memória para uso adequado e na hora certa.

E o que é que mais vemos aqui do lado de fora? Velhos fajutos, caras com 70 anos, e olhe lá, dizendo-se desmemoriados, com esquecimentos inexplicáveis, caras com saúde... Por que a diferença entre a atriz e os tantos e tantos desmemoriados que conhecemos, inclusive dentro de nossas famílias?

A razão é óbvia, foram pessoas que trabalharam só pelo salário, odiavam o que faziam, liam pouco ou nem isso, nada de paixão pelo trabalho, nada de investimentos em si mesmos, dignidade, enfim. Quando a pessoa tem saúde, ou não mais pequenas inquietações, a cabeça funciona até o último suspiro, tenha 100 ou 120 anos...

Os atirados na vida não “alimentam” a cabeça com os dois nutrientes indispensáveis para uma vida e uma velhice dignas: o saber acumulado de todos os dias e o gosto pela atividade profissional. Quem envelhecer com a cabeça tosca, entupida pela preguiça ou pela estupidez, vai se dar muito mal na velhice.

É como já disse aqui outras vezes, um sujeito tem excelentes potencialidades para um esporte, para uma arte, para o que for, mas não treina, não busca conhecimentos de aperfeiçoamento, não molha a camisa com suor, todos os dias, todos, eu disse, e vai querer subir ao pódio? Só se for para limpar o pódio para os outros, só se for.

Vadios não vão longe na vida. E, cá para nós, que bom que é assim, fosse de outro jeito o dinheiro compraria tudo e os sem talento seriam iguais aos talentosos esforçados. A Laura Cardoso é uma prova admirável do que pode ser uma pessoa apaixonada, responsável e, mais que tudo, incansável. Beijos, Laura.

SEIOS

Foi num voo de Los Angeles a Londres. Uma jovem mulher, dita modelo, ficou lascada porque afirma ter sido maltratada a bordo em razão do assento que deram a ela... A queixa foi em razão de ela ficar muito apertada entre as poltronas, disse que os seios dela ficaram “espremidos”. Fui ver as fotos. A “modelo” estava quase despida da cintura para cima e os seios... Sem comentários. As pessoas têm que tomar “Semancol” antes de sair de casa. Dose dupla, em muitos casos.

ENFEITES

A pessoa gosta de adereços, de “enfeitar-se”, de ridicularizar o corpo? E por que fazem isso? Para chamar atenção. Então, vou dar uma de amigão. Sugiro que “se enfeitem” por dentro da cabeça, mais livros, mais Educação Moral e Cívica, mais conhecimentos no trabalho, mais dignidades, enfim. Vai ser um baita sucesso, ninguém mais vai rir de você (a tal pessoa), você terá filas de invejosos, sucesso total. Um combate aos ridículos.

FALTA DIZER

As pessoas sensatas, equilibradas, sabem que estamos passando “por dias” muito especiais, muita gente tóxica fazendo barulho. O melhor remédio para evitar encrencas emocionais tóxicas é sair de perto dos tóxicos. Deixar-lhes latir sozinhos é um santo remédio. É para o bem de todos e felicidade geral da Nação...