Atuando na democratização financeira, por ora o Banco Central tem focado sua ação na garantia de acesso a serviços de pagamento e ao mercado de crédito.

Com essa frente avançando, agora o órgão quer facilitar o acesso ao mercado bancário para investidores e tomadores, nacionais e estrangeiros, grandes e pequenos.

A avaliação é do presidente do BC, Roberto Campos Neto, na abertura de workshop sobre o open banking, em Brasília, nesta quarta-feira (15). O open banking é o compartilhamento de dados, produtos e serviços por meio da abertura e da integração de plataformas e infraestruturas de tecnologia de instituições financeiras.

Segundo discurso publicado no site do BC, Campos Neto defende, além da ampliação do acesso ao mercado, aumento da competitividade do setor, da transparência e da educação financeira.

Uma dessas medidas já foi sancionada: o conceito de Empresa Simples de Crédito (ESC), que permite que pessoas físicas abram instituições financeiras de pequeno porte para emprestar recursos no mercado local para micro e pequenas empresas.

Segundo o Ministério da Economia, pessoas físicas poderão abrir uma ESC em suas cidades e emprestar dinheiro para pequenos negócios, como cabeleireiros, mercadinhos e padarias.

No final de abril, o BC deu início ao processo de implementação do open banking, com a publicação do Comunicado 33.455, que estabelece as diretrizes que orientarão a proposta de regulamentação do modelo a ser adotado no Brasil.

Segundo o BC, por meio do open banking, clientes bancários poderão, por exemplo, visualizar em um único aplicativo o extrato consolidado de todas as suas contas bancárias e investimentos. Também será possível, por este mesmo aplicativo, fazer uma transferência de recursos ou um pagamento, sem a necessidade de acessar diretamente o site ou aplicativo do banco.

Semana da Indústria conta  terá painéis e palestras em Jaraguá e Guaramirim

A Semana da Indústria, celebrada de 20 a 24 de maio, terá oficinas, workshops e minicursos promovidos por Sesi e Senai em todas as regiões do estado.

No dia 20, na Aciag, Viviane Cecília Lunelli, diretora administrativa do Grupo Lunelli, fala às 18h, sobre "As pessoas na construção do futuro".

No dia 21, às 19h, a Faculdade Senai de Jaraguá do Sul recebe o painel "Desafios para a Indústria Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade", com a participação de Jener Anjos como mediadora e com as  painelistas Adriana Stahelin e Josiane Ferreira, Reginaldo Motta, Victor Hugo Furtado.

E no dia 23, às 19h30, no Grande Teatro da Scar, o atleta paralímpico Fernando Fernandes faz a palestra "Motivação e Foco Para Superar Limites".

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?