A constipação causa uma variedade de sintomas desconfortáveis, incluindo inchaço, gases, dor lombar e até mesmo ansiedade ou fadiga. Porém a boa notícia é que hoje existem diversos tratamentos combinados ou não, que ajudam a melhorar e restaurar a função intestinal, entre eles estão acupuntura e fisioterapia pélvica.

A constipação é definida como uma alteração no funcionamento do intestino com duração mínima de 3 meses, onde o paciente apresenta uma frequência evacuatória inferior a 3x semana, com alterações no ato da eliminação e na qualidade das fezes, ou seja, fezes ressecadas e de difícil eliminação.

Na maioria das vezes há questões dietéticas envolvidas, como o consumo insuficiente de líquidos e fibras, falta de atividades físicas, o hábito de não ir ao banheiro assim que sente vontade, uso de determinadas drogas ou abuso de substâncias laxativas. Está associada também a outras patologias como Depressão, Transtornos de Ansiedade, Hipotireoidismo, Câncer de Intestino, ou a Intolerâncias Alimentares.

O estresse também pode interferir no funcionamento do intestino, prejudicando a produção de neurotransmissores responsáveis por regular seu movimento, o peristaltismo, deixando-o mais lento. Costuma ser um quadro comum no período gestacional, pois durante a gravidez o organismo da mulher produz hormônios que lentificam os movimentos intestinais.

Na infância meninos sofrem mais de constipação do que as meninas, porém na adolescência e no decorrer da vida isso se inverte. Segundo a Federação Brasileira de Gastroenterologia, a cada 4 pessoas com constipação intestinal, 3 são mulheres. Quando a constipação ocorre repentinamente, é imprescindível procurar um médico especialista para identificar a causa, antes de iniciar o uso de laxantes, ou chás indiscriminadamente.

A evacuação deve ser um momento prazeroso e não de sofrimento. Crianças com dificuldades em evacuar necessitam ser assistidas o quanto antes, para que esta não crie uma memória corporal de dor e desconforto, além do risco em desenvolver outras disfunções como xixi na cama, incontinência urinária ou fecal, movimentos de contração muscular ao invés de relaxar no ato da evacuação. Mudanças comportamentais como a ingestão hídrica, modificação nos hábitos alimentares, introdução de probióticos e prebióticos, adotar uma postura corporal correta e respeitar o desejo evacuatório são algumas das condutas adotadas para melhora do quadro.

As terapias combinadas têm ganhado espaço neste cenário, diminuindo inclusive o uso de medicação. A acupuntura e a fisioterapia pélvica tem papel fundamental neste tratamento, não esquecendo atividades físicas e alimentação. A fisioterapia tem por objetivo melhorar a consciência muscular pélvica, tonificando, fortalecendo e promovendo a mobilidade da região. São utilizadas técnicas eletroestimulação, biofeedback, treino muscular do assoalho pélvico e orientação comportamental.

De acordo com a Medicina Chinesa, a Constipação é geralmente causada por um distúrbio na função de transmissão do Intestino Grosso, e é também relacionada a desordens envolvendo o Baço, o Estômago, o Fígado e os Rins. Cada uma destas classificações será compreendida de uma forma distinta e receberá tratamento específico, razão pela qual se torna tão importante buscar um profissional qualificado para diagnosticar e conduzir o tratamento.

Resolver a Constipação Intestinal é muito importante, uma vez que é através da evacuação que os dejetos alimentares são expelidos do organismo. Não tenha medo ou vergonha em procurar ajuda. Na Clínica SER você encontra profissionais capacitados para ajudá-lo.

Clínica SER

Endereço: Rua Cel. Bernardo Grubba, 62 - Centro - Jaraguá do Sul.

Contato: (47) 3371-6022.