Artigo de Dário Berger, senador da República e candidato à reeleição pela Frente Democrática

Representar no Senado o Estado que ocupa um lugar de destaque no cenário nacional, exige responsabilidade, experiência, pulso firme e coragem. É uma honrosa missão da qual tenho orgulho de ter assumido, em 2015, após receber o voto de confiança de mais de um milhão e trezentos mil catarinenses.

Durante esse período, me dediquei a encontrar soluções para os problemas históricos que afetam nosso desenvolvimento econômico e social. Ergui minha voz na defesa do municipalismo, por mais investimentos nas nossas rodovias, por uma educação pública de resultados e por saúde de qualidade. Mas fui além do discurso.
Assumi funções estratégicas no Congresso Nacional que me permitiram contribuir significativamente com o Estado. Sou o senador que mais trouxe recursos para Santa Catarina na história. Um total de R$ 1,2 bilhão.

Na presidência da Comissão de Orçamento, função nunca antes ocupada por um parlamentar catarinense, aprovamos R$ 835 milhões no Orçamento da União de 2018 para diversas áreas. Para a infraestrutura foram R$ 575 milhões. Se as obras nas rodovias federais –BRs470, 280,282, 163 e 285– não paralisaram, foi graças a esses recursos, em parte contingenciados ou cortados pelo governo federal.
Para a saúde pública, viabilizamos cerca de R$150 milhões. Recursos utilizados pelos hospitais e prefeituras na compra de medicamentos, equipamentos, na realização de consultas e exames, especialmente nos pequenos municípios.

Como presidente da Comissão de Educação, aprovamos o Novo Fundeb – que seria extinto em dezembro de 2020 - na Constituição. É dele que sai o dinheiro para compra de material didático, o salário de professores, o transporte e a manutenção das escolas, por exemplo.

Além disso, fui o relator do Sistema Nacional de Educação. O SUS da educação que vai integrar as políticas públicas entre os estados, municípios e a União. Fatores que me levaram a ser premiado por um júri especializado como o parlamentar que mais atuou em defesa da educação entre os deputados e senadores do país.
É por isso que sou candidato à reeleição. Para ajudar a reconstruir o Brasil e seguir cobrando em Brasília o respeito e os investimentos que Santa Catarina e os catarinenses merecem.