Beatriz da Silva Vargas sempre esteve envolvida com campanhas eleitorais porque seu pai chegou a ser vereador em Criciúma. Mas foi antes da adolescência, quando se mudou para Içara, que percebeu a política para impactar a vida das pessoas.

“Ainda criança, quase adolescente, tive um choque de realidade sobre oportunidades. Fui para um bairro da periferia e lá percebi que a vida não era igual para todo mundo, que as oportunidades não se apresentavam da mesma forma para todos. Senti um incômodo, que não sabia ao certo como resolver, comecei a fazer trabalhos voluntários, grupos de jovens, fui presidente da associação de moradores do bairro e entendi que a política partidária era uma forma de ampliar os acessos e a forma de alcançar essa demanda”, conta ela.

Há sete anos, filiou-se ao PSB, foi secretária de mulheres da sigla em Santa Catarina. Em 2020, concorreu como candidata a vice em Içara e, então, preparou-se para participar dessas eleições como candidata a deputada federal. Com o pedido de Lula para o senador Dário Berger ser o candidato ao Senado, abriu a possibilidade da indicação a vice.

“Sabia que existia um perfil desejado para a chapa, como me encaixava, conseguimos unir o útil ao agradável: alinhar discurso e prática”, resume.

Para a microeemprendedora que faz eventos, “trabalha com alegria, amor, felicidade e histórias das pessoas”, a vinda de Lula a Santa Catarina representou um marco e deu grande fôlego à reta final da campanha. “Foi um marco na minha história, como jovem e mulher que começa a trilhar o caminho político e foi uma festa linda, o encontro da militância e das pessoas que estão sedentas por resgatar esse sentimento maior da defesa da democracia.”

Confira a entrevista:

Qual qualidade pessoal destaca no candidato a governador da sua chapa? Que tipo de pessoa é?

O valor que Décio dá ao ser humano. A maior preocupação dele e que se tornará a maior obra de seu governo são as pessoas, o desenvolvimento das pessoas como um todo, referente à educação, à saúde. A preocupação com o ser em si é o que mais me chama atenção na personalidade do Décio.

Como se relacionam ou se completam os atributos de cada um?

Também tenho esse lado de preocupação com as pessoas bem desenvolvido, mas com um viés mais de necessidade. Venho do trabalho voluntário, do trabalho social, então também tenho essa preocupação pelo ser, como sociedade, a pessoa em si, mas de forma mais prática e objetiva. As pessoas precisam ter o básico, a sobrevivência garantida para se desenvolverem. Sendo mulher, também unimos o útil e agradável nessa combinação de chapa.

Qual será o papel como vice? Como e no que vai atuar?

Por vocação, venho do trabalho voluntário, social, mas meu papel não se restringirá a isso, sendo que sou uma microempreendedora. Com toda certeza, quero ter participação relacionada à economia e ao desenvolvimento para que possamos fortalecer microeemprendedores e pequenas e médias empresas.

Como é a Santa Catarina dos seus sonhos?

A Santa Catarina dos meus sonhos é um lugar realmente para todos os catarinenses. Temos uma vasta diversidade, são muitos perfis que vivem nesse Estado e nem todos são representados ou destacados como deveriam ser pelos antecessores. A Santa Catarina dos meus sonhos é aquela que protege os povos originários, defendendo o seu território, que tem lugar seguro para as mulheres e para os negros, já que hoje é recordista em injúria racial e em violência contra a mulher. Um lugar seguro para nossas crianças que sofrem abusos e tantas outras violências, desde a falta de educação até a violência sexual.

O que espera das eleições 2022?

Espero que seja realmente um resgate da esperança, a garantia suprema da nossa democracia, esse bem que conseguimos com muito esforço e sacrifício. Estamos num caminho que deixa a desejar em relação a direitos e liberdade. A defesa da democracia é o foco principal dessas eleições e espero que essa seja a luta de todos.

Divulgação

O que faz com R$ 200 no bolso e um dia livre

Poderia dizer que levaria meu filho para um passeio, mas nos dias de hoje, provavelmente teria de optar por abastecer o carro ou ir ao mercado para completar o armário.

No que investe seu dinheiro

Em informação, livros, revistas, conteúdos que me acrescentem. Vivo em busca de novidades e atualizações.

Desejo de consumo

Poder colaborar com uma nova realidade de vida dos nossos jovens e crianças. Meu filho poder crescer num Estado e num país mais justos.

Última compra que fez

Meu look vermelho para o comício do Lula!!!

Último livro que leu ou está lendo

Livro da Djamila Ribeiro, Pequeno Manual Antirracista

Música ou estilo de música preferido

Sou bem eclética, aprecio de tudo um pouco.

Hobby

Planejar festa.

Esporte ou atividade física habitual

Andar nas ruas pedindo votos, aaehhehehehehe, fora isso, pratico yoga.

Religião

Acredito em Deus.

Maior emoção na vida

Acredito que terei muitas emoções ainda, mas até hoje, ver a minha construção como mãe é algo que me emociona muito. Sabemos como a maternidade muda a vida da mulher e como precisamos recalcular a rota para viver esse momento que é para sempre.

Sabedoria na prática (ditado ou conselho que sempre usa)

Nunca diga nunca!

Dinheiro pra quê?

Hoje, para sobreviver.

 

[SCEleições2022] COBERTURA INTEGRADA DOS DIÁRIOS E PORTAIS DO INTERIOR