Quase 40% das startups do Brasil tem uma ou mais mulheres no comando, e o perfil é jovem: 76% dos colaboradores tem menos de 30 anos. O perfil das empresas de tecnologia foi traçado pelo Mapa Startup + Industria, trabalho realizado pela aceleradora Spin, fundada em Jaraguá do Sul, e a agência A2C.

Segundo o levantamento, do qual participaram 295 empresas em 81 cidades de 22 estados, 23% das startups do país atuam internacionalmente - e 51% destas tem foco continental. O estudo mostra que 20% das soluções desenvolvidas se voltam para redução de perdas ou custos, 18% para aumento de eficiência e 13% para aumento dos lucros ou vendas.

Apesar do potencial, no entanto, apenas 8% das empresas envolvidas no estudo - 21 - receberam investimentos da indústria. O lançamento do mapa foi feito em debate acerca da inovação durante a Expogestão, na quarta-feira (15), realizado em Joinville. Além de gerar uma conversa sobre o tema e lançarem o mapa, as marcas ainda abriram espaço para startups apresentarem seus negócios.

Conforme o CEO da Spin, Benyamin Fard, o objetivo da iniciativa foi oferecer aos empreendedores a oportunidade de compartilhar conhecimento.

“Esse conhecimento é muito rico e nos leva a buscar novas experiências e isso muda o jogo do mercado”, destacou. Para estimular essa ideia, a equipe da aceleradora provocou os participantes a interagir e expor percepções sobre o atual mercado da inovação.

Depois da roda de conversa, a Spin também abriu espaço para que as startups mostrassem aos visitantes o que fazem de melhor. Os pitches foram acompanhados por empresários e investidores.

“A transformação digital é um caminho sem volta e a indústria está sendo impactada, então, está precisando se relacionar com as startups”, alertou Fard.

O mapa, que pode ser acessado em http://www.mapastartup.com/

Havan cresce 61% no primeiro trimestre

Luciano Hang, dono das lojas havan | Foto Divulgação

A rede de lojas Havan cresceu 61% no primeiro trimestre, afirmou o presidente da rede, Luciano Hang, em entrevista para o repórter da rede OCP, William Fritzke. Segundo o empresário, em Jaraguá do Sul as vendas tem crescido a uma média de 50% ao ano. No ano passado, com alta de 40% no faturamento, a rede registrou vendas no total de R$ 7 bilhões.

Acijs discute conselhos e "Jaraguá 5.0"

O Encontro Empresarial da Acijs na segunda-feira (20) vai abordar duas questões importantes no dia a dia do município, com reflexos na atividade econômica e no desenvolvimento com sustentabilidade. A atuação dos conselhos municipais ganha destaque, com uma exposição da parceria entre o poder público, setor produtivo e segmentos organizados da sociedade civil. Outro destaque da agenda será a formalização do Jaraguá 5.0, grupo de trabalho criado pelo governo municipal com o objetivo de simplificar procedimentos administrativos por meio da tecnologia, facilitando com isto o dia a dia de empresas e de cidadãos em geral.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?