A eleição do Democrata Joe Biden à presidência dos EUA deve representar mais diálogo e pragmatismo nos negócios com o Brasil, avalia o presidente da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs) e do Centro Empresarial, Luis Hufenüssler Leigue.

"Períodos eleitorais nos EUA sempre são acompanhados com muita atenção porque o Brasil mantém uma movimentação intensa seja em exportações e importações, que é o caso da região de Jaraguá do Sul, gerando com isso um fluxo importante do mercado externo, que tem influência direta e indireta nos negócios entre os dois países", afirma.

Ele reforça que a possibilidade de mudanças em políticas externas acabam gerando impactos nas relações com o mercado global, refletindo sobre decisões tomadas nos últimos anos.

O Brasil ocupa posição relevante no cenário mundial, especialmente do ponto de vista econômico, mas também em questões pontuais que agora deverão merecer uma nova fase de diálogos com a gestão do presidente norte-americano eleito.

O empresário assinala a perspectiva de uma relação mais pragmática do novo mandatário estadunidense.

"Biden tende a ter posicionamentos mais francos, com possibilidades de diálogos abertos nas interlocuções com outros países", avalia Leigue.

“Os analistas definem Biden como alguém que respeita os relacionamentos multilaterais e as instituições, o que traz a possibilidade de uma gestão mais produtiva e não tão ideológica, e com ela uma mudança de atitude nas relações dos Estados Unidos com organismos de classe mundial como a Organização Mundial de Saúde e a Organização Mundial do Comércio, e nas questões ambientais como é o caso do Pacto de Paris que, no médio e longo prazo, impactarão o mundo todo”, observa Leigue.

Embora essas expectativas de que em transições de governos que envolvem potências econômicas sempre trazem reflexos no mercado, para o setor produtivo as mudanças não devem ocorrer de maneira significativa no curto de tempo.

Especulações no câmbio, com flutuação do dólar, ou no mercado de bolsas, são movimentações pontuais, mas no médio e longo prazo podem ocorrer reflexos nas relações comerciais entre os países parceiros dos EUA, como é o caso do Brasil.

Telemedicina

Os atendimentos da experiência piloto de realização de perícias médicas com uso da telemedicina ocorrerão a partir da próxima segunda-feira (16) até o dia 31 de janeiro de 2021, informou nesta segunda-feira (9) o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

De acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, o protocolo da experiência piloto foi aperfeiçoado para dar segurança ao ato pericial dos peritos médicos federais, que ficam autorizados a realizar perícias médicas por telemedicina, durante o período de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

A medida foi tomada em cumprimento a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU).

Levmed

A Levmed, operadora de planos de saúde estabelecida pelos hospitais filantrópicos de Jaraguá do Sul, oficializou um termo de cooperação com a Associação Médica do município.

Com o termo, os médicos associados podem realizar credenciamento e atuação junto à empresa.

Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail credenciamento@levmed.com.br no telefone (47) 3512-4100 - Ramal 4112.

Emprego

O Indicador Antecedente de Emprego (Iaemp), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve alta de 2,9 pontos na passagem de setembro para outubro deste ano.

Com essa, que foi sua sexta alta consecutiva, o indicador chegou a 84,9 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.

O Iaemp busca antecipar tendências do mercado de trabalho do país, com base em sondagens com consumidores e com empresários da indústria e dos serviços.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul