Mercado | De olho na espionagem industrial

Colunistas

Por: Pedro Leal

sábado, 06:20 - 24/02/2018

Pedro Leal
A Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs) está dando destaque a um tema de suma importância no cenário empresarial: a espionagem industrial. O tema será o foco de uma palestra na plenária semanal da entidade nesta segunda-feira, dia 26, por parte do coronel Eugênio Moretzsohn, bacharel e mestre em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras e especialista em Operações de Inteligência pela ABIN. Embora cause prejuízos bilionários no mercado internacional - estudos estimam entre US$ 300 e 500 bilhões (sim, bilhões, você não leu errado) de dólares perdidos por ano com roubo de tecnologia e propriedade intelectual - o assunto ainda não é levado a sério por grande parte das empresas nacionais. A palestra visa conscientizar sobre as situações de risco que deixam as empresas mais vulneráveis e como se prevenir ante a essas ameaças. Casos de espionagem industrial são assustadoramente comuns e, embora ilegais, parecem fazer parte da política de várias empresas. Um caso de destaque foi o susto com o roubo de discos rígidos e laptops da Petrobras em 2008. Embora o furto em si tenha se revelado um crime comum, as investigações revelaram que vários outros computadores ligados a empresa - com informações sigilosas e estratégicas - haviam sido roubados a longo dos anos, em possíveis casos de espionagem industrial. Alguns dos casos históricos de espionagem industrial se marcam por medidas "criativas" para roubar tecnologia e informação dos concorrentes, dignas de filme: Em uma ação que se arrasta pela justiça americana há 15 anos, a gigante dos brinquedos Mattel é acusada de forjar crachás das concorrentes para que seus funcionários entrassem escondidos nas fábricas e fotografassem as peças em desenvolvimento. O evento é gratuito, aberto ao público em geral e ocorre no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul (Cejas), às 18h. Além da palestra, outros lançamentos nesta segunda A palestra não é o único evento promovido pela Acijs nesta segunda. No espaço Ouro da Casa a coordenadora do Núcleo da Mulher Empreendedora, Renate Jansen, faz o lançamento do evento "Mais Mulheres em Ação”, que ocorrerá no dia 15 de março, com a presença da coach motivacional Lara Puzzo.  Em paralelo, a Associação da Micro e Pequena Empresa e do Empreendedor Individual do vale do Itapocu  (Apevi) realizará assembléia de prestação de contas da diretoria executiva, aprovação das contas, relato de atividades e divulgação do plano de atividades da atual gestão. PANORAMA NACIONAL Começando no dia 1º de julho, trabalhadores poderão transferir automaticamente seus salários para contas digitais, como Nubank e Paypal, sem pagar tarifas. O Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentou a portabilidade da conta-salário para contas de pagamento - na  regra anterior, só era possível transferir sem tarifas para contas-corrente. Também muda a maneira de fazer a portabilidade: ao invés de pedir ao banco onde o empregador mantém a conta salário, o pedido de portabilidade será feito ao banco ou instituição que mantém a conta de destino. Prático. 23,6% da força de trabalho brasileira foi subutilizada em 2017, segundo o IBGE. Isso significa que, no ano, 26,3 milhões de brasileiros não conseguiram emprego, trabalharam menos do que poderiam, gostariam de trabalhar mas não procuraram emprego ou procuraram emprego mas não estavam disponíveis para trabalhar. Santa Catarina teve a menor taxa do país: 10,7%. O aumento das exportações brasileiras está incentivando a abertura de novas empresas para atender as demandas do setor. No ano passado, as exportações do país cresceram 17,55% e somaram US$ 217.7 bilhões. Com o mercado cada vez mais globalizado, o comércio exterior tem se demonstrado uma opção atraente para pequenas e médias empresas - mas cabe a prudência e estudo antes de arriscar. Má notícia para quem voa pela Gol: a empresa vai passar a cobrar para reservar o assento de sua preferência antes do check-in. em seus voos. As taxas serão cobradas em duas classes de voo: light (com taxa de R$ 10) e promo (R$ 20). Os voos mais longos, nas classes Max e Plus, assim como a escolha de assento durante o check-in, continuam sem taxa. Caindo... Com uma postagem, a socialite e empresária americana Kylie Jenner derrubou o valor de mercado do Snapchat, demonstrando mais uma vez a volatilidade do mercado digital e o poder que "influencers" tem sobre o setor. Depois de Jenner tuítar que não usava mais o aplicativo, as ações da empresa entrarem em queda, perdendo mais de US$ 1,3 bilhão de valor de mercado nesta quinta-feira.  Subindo... O índice Bovespa voltou a quebrar recordes esta semana, superando altas históricas na quarta-feira, com 86.051 pontos, e na quinta-feira, subindo mais 0,74% e chegando ao recorde de 86.686 pontos no fechamento. Apesar dos valores recorde, o mercado acionário brasileiro está abaixo do nível em dólares que alcançara em 2008, devido à desvalorização do Real. O crescimento recorde do Ibovespa é mais um dos indicadores de recuperação econômica do Brasil. Citroen contra os elétricos O CEO da Peugeot Citroen, Carlos Tavares, se posicionou abertamente contra a pressão para a eletrificação dos automóveis, afirmando que a transição é "uma ameaça" para o setor automobilístico. De acordo com ele, a urgência para mudar a fonte de abastecimento dos automóveis é "política" e traz um custo "enorme" para as empresas. Apesar das críticas, a empresa anunciou para 2019 seu primeiro modelo 100% elétrico. Presidente da Fecomércio-RJ caiu na Lava Jato O Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram mais uma operação em meio às ações da Lava Jato, a Operação Jabuti. O Primeiro alvo da ação - já preso, segundo os órgãos - foi o Presidente da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro, Orlando Santos Diniz, acusado de corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Diniz teria usado de sua empresa de consultoria para lavar R$ 3 milhões a pedido do ex-governador Sérgio Cabral, entre outras acusações.
×