O mais recente levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV) trouxe boas novas: o Índice de Confiança Empresarial (ICE) atingiu seu maior nível desde abril de 2014, fechando março em 95 pontos. O resultado ainda é fraco, mas segundo a FGV, indica tendência de crescimento para os próximos meses.

Dos setores pesquisados pela FGV, apenas o setor de serviços demonstrou queda - de 1,7 ponto. O resultado positivo do mês foi puxado pela indústria, que teve uma alta de 2,9 pontos, e o comércio, que subiu 1,9 ponto em comparação com fevereiro. Comparado ao trimestre anterior, o indicador subiu 2,8 pontos - e comparado ao mesmo trimestre de 2017, ainda na crise, o ICE subiu 11,5 pontos.

A alta de confiança do empresariado, ainda discreta, é mais um sinal de que o país está enfim saindo da crise econômica que se abalou sobre ele nos últimos anos, que viu o PIB encolher 7% antes de um crescimento parco de 1% em 2017.

A configuração específica deste resultado - puxado pela indústria - por sua vez, traz bons auspícios para Jaraguá do Sul em específico.  Uma indústria confiante é uma indústria disposta a fazer novos investimentos, e que está disposta e necessitada de investimentos em bens de capital - setor no qual a cidade é líder nacional, graças à WEG.

A previsão da FGV  é de que o ICE mantenha um crescimento tímido mas crescente com a retomada da economia brasileira. Após dois anos de queda e um ano de lenta recuperação, já era tempo do indicador retornar para onde estava antes da crise.

Novidade no shopping

Os clientes do Jaraguá do Sul Park Shopping têm acesso a mais uma novidade no mix de lojas do empreendimento. Desde o último fim de semana, a Bárbara Presente passou a atender no piso L2 em um espaço com o dobro do tamanho. Com a ampliação, a operação conta com uma variedade maior de produtos e também comercializa itens de decoração.

Panorama Nacional

Passada a páscoa, eis a variação de preços: 91,4%

A páscoa passou, e com ela vão também os preços exagerados dos chocolates: segundo uma pesquisa da Fundação Procon-SP,  havia variação de até 91,4% nos produtos específicos para a Páscoa, como bolos, caixas de bombons, ovos e tabletes de chocolate. A maior diferença encontrada entre os ovos foi de 91,24%, em um ovo de 150g, com o maior preço de R$ 42,99 e o menor, R$ 22,48 - resta só ver a diferença entre os preços antes da páscoa e as promoções pós-páscoa.

Sobe a inadimplência das em empresas

O volume de empresas com contas em atraso e registradas em cadastros de inadimplentes cresceu 6,76% em fevereiro na comparação com o mesmo período do ano passado. É a quinta vez consecutiva que o indicador acelera na base anual de comparação. Na comparação mensal, isto é, entre fevereiro e janeiro de 2018, o indicador cresceu 0,90%.

Direção do Banco Central

O presidente da República, Michel Temer, encaminhou ao Senado o nome de Carolina de Assis Barros, servidora de carreira do Banco Central (BC), para ocupar o cargo de diretora de Administração da autarquia. O despacho está publicado na edição de hoje (2) do Diário Oficial da União.Para ocupar o cargo, os diretores do BC passam por sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado e precisam ter o nome aprovado pelo plenário da casa legislativa.A última vez que o BC teve uma mulher como diretora foi de janeiro de 2008 ao início de 2010, quando Celina Berardinelli foi diretora de Assuntos Internacionais.

Cai a projeção de inflação

O mercado financeiro reduziu pela nona semana seguida a estimativa para a inflação este ano. A expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), desta vez, passou de 3,57% para 3,54%, de acordo com o boletim Focus do Banco Central (BC), elaborada com base em pesquisa sobre os principais indicadores econômicos.A projeção está mais distante do centro da meta de 4,5%, mas acima do limite inferior de 3%. Para 2019, a estimativa para a inflação caiu, pela segunda semana consecutiva, ao passar de 4,10% para 4,08%, abaixo do centro da meta de 4,25%. A meta tem limite de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Reforço à aprendizagem

O Ministério do Trabalho (MTb) vai reforçar hoje o apoio à aprendizagem no país, como forma de proporcionar aos jovens mais oportunidades para o futuro profissional, além de auxiliar no combate ao trabalho infantil. O órgão vai sediar em Brasília, a partir das 9 horas, a 1ª Reunião Extraordinária do Fórum Nacional de Aprendizagem Profissional (FNAP) em que será discutido o novo Plano Nacional de Aprendizagem Profissional (PNAP). Resta esperar para ver o que será decidido para o plano, que deverá propor ações, objetivos, metas e estratégias com prazos definidos para a inserção dos jovens no mercado

Criptos em queda

O mercado de criptomoedas teve uma queda significativa no último fim de semana, chegando às menores cotações do ano para as duas maiores moedas: Bitcoin chegou a US$ 6.455 no domingo, enquanto Ethereum chegou a US$ 366. Na segunda, as moedas operavam com leve recuperação.