A 1ª Vara da Comarca de Guaramirim, sob a responsabilidade do juiz Rogério Manke, autorizou a liberação de mais de R$ 1,3 milhão para rateio entre os credores trabalhistas da empresa Mannes.

Mais de 1.300 trabalhadores serão beneficiados com esta decisão. De acordo com a Justiça, os valores devem movimentar a economia durante a pandemia. O pagamento seguirá a relação final em elaboração pelo administrador judicial.

A recuperação judicial das empresas Mannes Ltda e BM Empreendimentos e Participações Ltda foi concedida pela Justiça no dia 24 de outubro de 2014.

"Com o dinheiro atualmente depositado, não será possível quitar o valor integral desses débitos. No entanto, ainda existem imóveis a serem leiloados com o objetivo de quitar integralmente os débitos trabalhistas. Desta forma, nesse primeiro momento será feito um pagamento parcial a esses credores trabalhistas", explica o juiz.

O magistrado acrescenta ainda ser necessário que o quadro de credores trabalhistas esteja 100% consolidado (sem nenhum credor faltante) para iniciar os pagamentos.

O processo de recuperação judicial conta com mais de 12.300 páginas. O objetivo é garantir que, na medida do possível, outros credores sejam beneficiados e recebam seus créditos.

"A próxima etapa desta recuperação judicial será a realização da venda dos bens imóveis, por ora prejudicado em razão da pandemia, para continuar o pagamento dos demais credores contemplados no plano de recuperação judicial", destaca o magistrado.

Brasileiro tem viajado menos

O suplemento de Turismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad 2019), divulgada nesta quarta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela que do total de 72.533 domicílios visitados no terceiro trimestre do ano passado, em apenas 21,8% (15.841) algum morador fez pelo menos uma viagem no período de referência.

Dos que realizaram viagens, 48,8%, ou o equivalente a 2.816 domicílios particulares permanentes, tinham renda nominal per capita, isto é, por individuo, de quatro ou mais salários mínimos.

Em 78,2% (56.692) dos domicílios, não ocorreram viagens. Desses, 46.985 apresentavam renda inferior a dois mínimos. Dos 15.841 domicílios em que houve viagens no terceiro trimestre de 2019, 75,5% dos moradores (11.966) fizeram uma viagem no período, seguidos de 13,3% (2.143) com duas viagens no período pesquisado.

Fiesc expõe novo sistema digital

A Federação das Indústrias de Santa Catarina, por meio da vice-presidência regional do Vale do Itapocu, apresenta nesta quinta-feira (13), durante evento online às 10 horas, o novo Sistema Digital para Emissão de Certificados de Origem Exportação.

Conforme o vice-presidente Célio Bayer, trata-se de uma ferramenta indispensável às empresas que já atuam no mercado internacional ou que buscam oportunidades de se inserir ou ampliar oportunidades de vendas externas, especialmente considerando o atual período em que as exportações podem ajudar a minimizar os efeitos da crise causada pela pandemia do coronavírus.

A participação de empresários, desde gestores a ocupantes de funções executivas, é gratuita.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul