Um raio-x das principais necessidades para o desenvolvimento do estado de Santa Catarina, a cartilha Voz Única foi apresentada na quarta-feira (27) para lideranças empresariais, políticas e convidados.

“Somos apartidários, mas temos responsabilidade política, mas com vozes unidas e mãos dadas queremos contribuir com informações para juntos construirmos uma SC cada vez mais competitiva e produtiva”, declarou o presidente da Facisc, Sérgio Rodrigues Alves.

A assessora da presidência, Carina Casanova, apresentou a dinâmica de construção do documento, que reúne as principais reivindicações da classe produtiva para o desenvolvimento de Santa Catarina e traz mais de 700 demandas levantadas pela Federação das Associações Empresariais de SC (Facisc) e pelas Associações Empresariais dos mais de 220 municípios abrangidos pela Federação.

Das demandas, 60 serão priorizadas e acompanhadas de perto pela Federação e as associações nas regiões. “Nosso estado é diferenciado, mas temos uma série de deficiências para corrigir. E por isso queremos contribuir para o desenvolvimento e o bem estar de toda a sociedade”, destacou o presidente da Facisc.

As demandas foram divididas em 10 áreas prioritárias. A infraestrutura mais uma vez liderou os pedidos, abrangendo 60% dos pleitos listados. Em segundo lugar, veio o item segurança, com 11,42% dos pleitos e em terceiro veio o item educação, com 7,39%.

Em sua quarta edição, este ano a cartilha traz como novidade o monitoramento e acompanhamento de cada pleito que deverá ser realizado por meio de um aplicativo para que todos possam ter acesso e acompanhar o andamento das demandas.

Na ocasião os vice-presidentes regionais da Facisc também apresentaram os pleitos prioritários elencados nas suas regiões, reforçando as necessidades em cada uma das 12 regionais da Federação.

O material completo pode ser conferido no site https://www.vozunica.com.br/

A regional Norte da Federação, que abrange Joinville e Jaraguá do Sul, assim com suas cidades vizinhas, escalou as seguintes pautas prioritárias:

  • Aceleração das obras de duplicação da BR-280 desde a cidade de São Francisco do Sul até Corupá;
  • Realização do Contorno Ferroviário, para a retirada das linhas férreas da região urbana nas cidades de Joinville, Guaramirim e Jaraguá do Sul;
  • Quadruplicar a BR 101 ou construir uma rodovia paralela no trecho Norte entre os municípios de Garuva a Florianópolis para diluir o tráfego de veículos automotores;
  • Atualização anual das tabelas de alíquotas para enquadramento de empresas optantes pelo Simples Nacional;
  • Aumento do efetivo, melhoria da infraestrutura de Segurança Pública e aumento na quantidade de equipamentos e viaturas.

Recuo nos EUA

A economia dos Estados Unidos contraiu-se novamente no segundo trimestre em meio ao aperto agressivo da política monetária do banco central para combater a alta inflação, o que pode alimentar temores do mercado financeiro de que a economia já esteja em recessão. O Produto Interno Bruto (PIB) caiu a uma taxa anualizada de 0,9% no último trimestre, disse o Departamento de Comércio em sua estimativa antecipada do PIB, ontem.

IPP

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a variação de preços na saída das fábricas, registrou inflação de 1% em junho. O percentual é menor que os observados em maio deste ano (1,81%) e em junho de 2021 (1,29%). Segundo dados divulgados na quinta-feira (28), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPP acumula inflação de 18,78% em 12 meses.

Serviços

O Índice de Confiança dos Serviços (ICS), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 2,2 pontos de junho para julho deste ano e atingiu 100,9 pontos, em uma escala de zero a 200. Foi a quinta alta consecutiva. O indicador chegou ao seu maior nível desde setembro de 2013, quando somou 101,5 pontos. É a primeira vez, também desde setembro de 2013, que ele superou os 100 pontos.

WEG

WEG foi eleita pela oitava vez consecutiva uma das empresas mais inovadoras do Brasil pelo Prêmio Valor Inovação 2022, o mais amplo estudo sobre o tema voltado a grandes empresas no Brasil, conduzido pelo Jornal Valor Econômico e pela Strategy&, consultoria estratégica da PwC, alcançando a quarta colocação esse ano.

Duas Rodas

Pelo sétimo ano consecutivo, a Duas Rodas, maior casa de aromas e soluções para as indústrias de alimentos e bebidas do Brasil, é reconhecida pelo Prêmio Valor Inovação Brasil 2022 como uma das empresas mais inovadoras do país, em um ranking ao lado de 150 corporações. A empresa está no Top 5 do ranking das empresas de alimentos, bebidas e ingredientes mais inovadoras no País.

Auxílio

Jaraguá do Sul é um dos municípios com menor influência do Auxílio Brasil sobre sua economia, segundo um levantamento da Universidade Federal de Pernambuco, figurando entre os 100 municípios onde o benefício representa menos de 0,1% do crescimento do PIB. A lista é encabeçada por outro município catarinense: Pomerode, com 34.010 habitantes.

O dado serve como um termômetro para a parcela da população em situação de vulnerabilidade, assim como para o peso de outros fatores da economia no município. O estudo foi realizado pelo professor titular de economia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Ecio Costa.