A chamada economia colaborativa tem dado origem a inúmeros meios de complementação de renda e formas alternativas de financiamento e trabalho: para transformar transporte em fonte de dinheiro, temos Uber, Cabify, 99Taxi e outros.

Criadores de conteúdo tem alternativas na forma de Patreon, Gofundme e Apoia.se. Tem um quarto ou casa disponível? Existe o Airbnb para isso. Quer um texto traduzido? Babelcube está aí. Quer tirar uma graninha extra com a janta? Dinneer.

Leia mais: "Franquias oferecem vantagens, mas exigem preparo"

Criado em formado em Jaraguá, Diogo Angelo Gonçalves é o fundador da Teleporting | Foto Divulgação

A ideia pode soar inusitada: como assim, compartilhamento de presença? - mas tem fundamento. "O nosso serviço é para compartilhamento de presença física para levantar informações sobre bens e serviços, validar informações e avaliar a qualidade de produtos", explica Diogo.

Essencialmente, a ideia é que os usuários da plataforma - chamados teleporters - se disponibilizem para avaliar presencialmente itens, locais e serviços de interesse de outros usuários.

A confiança é um dos pilares deste novo modelo de economia, e por dispensar um ativo tangível, ela é especialmente importante para o modelo da Teleporting.

Além de meios de avaliação e de contato entre os usuários, que ajudam a eliminar usuários com histórico de serviço ruim, a startup trabalha com geolocalização dos usuários, de forma a garantir que, de fato,  os "teleporters" estejam onde dizem estar.

Segundo Diogo, uma das metas da empresa para o futuro é expandir o rol de serviços para intermediar a aquisição de bens oferecidos em locais e datas específicas, como mercadorias exclusivas de eventos - hoje, quem se interessa por itens limitados acaba dependendo do mercado de segunda mão, como ebay e Mercado Livre.

"Mas para isso, temos ainda que garantir os meios de garantir a qualidade do envio", ressalta.

A ideia é promissora e demonstra o grau do crescimento do modelo colaborativo - que se expande para cada vez mais serviços.

Falando em startups...

Os empreendedores Douglas Zanatta e Rômulo Simas, à frente da MOVTI Cloud Solutions, empresa catarinense de tecnologia em nuvem e inteligência artificial, participaram na última semana (entre os dias 24 e 26 de julho) do NEXT 2018, evento anual do Google na cidade de San Francisco, Califórnia. A empresa tem ganhado destaque nacionalmente.

Fiesc reúne sindicatos para conhecer demandas

A vice-presidência regional da Fiesc (Federação da Indústria de Santa Catarina) para o Vale do Itapocu reúne nesta quarta-feira (1º) dirigentes de sindicatos patronais, às 7h45, no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul.

Coordenado pelo vice-presidente regional Célio Bayer, o encontro tem o objetivo de avaliar as atividades dos sindicatos que representam as indústrias e levantar necessidades para o fortalecimento da atividade e formas de incremento da atividade.

Aciag repudia criação de cargos no judiciário

O governador de Santa Catarina em exercício, o desembargador Rodrigo Collaço, sancionou na última terça-feira (24), a criação de 462 cargos de assessoria para juízes que atuam na 1º instância do Judiciário do estado.

A medida aumenta o custo da folha de pagamento judiciário em R$ 60 milhões ao ano. A Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag), reconhece a importância do setor judiciário para o desenvolvimento de Santa Catarina, porém repudia a ação, visto o atual cenário econômico e o equilíbrio no orçamento estadual, considerando o déficit já anunciado pela Secretaria de Estado da Fazenda.

Campanha de Dia dos Pais no shopping

Intitulada ‘Para tantos pais, um só amor’, a campanha de Dia dos Pais do Jaraguá do Sul Park Shopping segue até o dia 12 de agosto. Para estimular os filhos a demonstrar carinho para os pais, o empreendimento oferece um presente especial nas compras acima de R$ 250.

Somando as notas fiscais das operações participantes, é possível trocá-las por um saca-rolhas da marca Pericó, no balcão instalado no piso L1. A promoção é válida enquanto durarem os estoques.

Vendas do Dia dos Pais devem crescer 1,8%

O Dia dos Pais é a primeira importante data comemorativa do segundo semestre para o comércio. Segundo pesquisa de intenção de compras realizada pela Fecomércio-SC, neste ano, o consumidor catarinense pretende gastar cerca de R$ 158,06 em presentes.

O valor é 1,8% superior se comparado ao informado no mesmo período do ano passado. Além disso, 62,5% têm planos de pagar os presentes à vista com dinheiro e 11,5% com cartão de débito. Os números são considerados positivos e vêm animando os lojistas de todo o Estado.

Quer receber as notícias no WhatsApp?