Contrariando expectativas, o Comitê de Política Monetária (Copom) optou por manter a taxa básica de juros, a Selic, em 6,5% nesta quarta -feira (16) e encerrar o ciclo de cortes na taxa, que seguia há 12 reuniões do órgão.

A expectativa era de que a taxa fosse reduzida uma última vez, para 6,25%, o que não aconteceu - ainda assim, a taxa encerrou em um patamar histórico e em pouco mais de um ano caiu de 14,25% para 6,5%, o mais baixo na história brasileira. Mas grande parte da população não sabe como isso lhes afeta.

Parte deste desconhecimento sobre o efeito da taxa de juros se deve a disparidade entre a taxa oficial e a percepção popular - o que também acontece com outros indicadores econômicos, como a inflação - o que mantém a tradição brasileira de investimentos pautados na taxa de juros, como a poupança.

Parte desta percepção distorcida se deve a uma disparidade real entre os indicadores e o mercado final. A taxa Selic segue em queda contínua desde o ano passado, mas os juros no cartão e no cheque especial seguem em alta.

A redução na taxa de juros visa incentivar o consumo e os investimentos produtivos - ou seja, reduzir investimentos de renda fixa puramente financeiros e focar em compra de produtos, expansões de empresas e aquisições imobiliárias.

Fundos de renda fixa são os primeiros afetados

O principal efeito direto, em um primeiro momento, é nos fundos de renda fixa: com os juros em queda, os rendimentos deste tipo de investimento caem, assim como caem os da poupança.

Segundo analistas do mercado financeiro, ainda não deve haver um efeito muito palpável nos preços do mercado final ou nas taxas de juros do crédito - ambos dependem da recuperação da economia - e o que deve acontecer por ora é uma desaceleração no aumento de preços, não uma redução.

No sentido mais amplo, a taxa de juros baixa favorece o crédito empresarial, dando às empresas meios facilitados para obter crédito com os bancos e fazer investimentos produtivos, que em contrapartida devem melhorar o quadro de emprego e ampliar a oferta de crédito para pessoa física.

Inteligência Artificial será tema na Acijs

Inteligência Artificial será destaque na plenária semanal da Acijs e Apevi na segunda-feira (2)1, com a presença de Henrique Bilbao, CEO e fundador da HiMaker Soluções, empresa blumenauense que desenvolveu o robô virtual Elly, que utiliza as ferramentas de inteligência artificial do Watson, da IBM, e pode ser integrado em qualquer sistema, plataforma ou site.

Lançamento de ações para Feirão do Imposto

Além da palestra sobre Inteligência Artificial supracitada, na reunião semanal da Acijs e Apevi também ocorrerá o lançamento do Feirão do Imposto 2018, evento que ocorre em todo o Brasil para conscientizar a população sobre o impacto da carga tributária no dia a dia da sociedade. O assunto será apresentado por Ricardo Fripp, coordenador do Núcleo de Jovens Empreendedores.

Neste ano, o Feirão do Imposto tem como tema "Pague 2 Leve 1", que será abordado em várias atividades apoiadas por uma campanha com o objetivo de mostrar ao consumidor, de modo prático, a realidade sobre o quanto a população paga em impostos e o quanto disso é destinado e bem empregado em ações para benefício público.

Campanha quer mostrar à população o peso dos impostos | Arte

Posto Grid vende gasolina sem imposto neste sábado

O posto Grid, na Marechal, preparou uma ação de conscientização sobre a carga tributária brasileira: neste sábado, a partir das 15 horas, o posto não irá cobrar os impostos sobre a gasolina comum, reduzindo o preço do combustível para R$ 2,99. Serão 2 mil litros de gasolina isentos da carga tributária, que será custeada pela rede Grid.

Shopping também conta com ação

Visando conscientizar a sociedade acerca dos valores de impostos incidentes sobre os produtos no mercado brasileiro, o Jaraguá do Sul Park Shopping realiza, na próxima quinta-feira, dia 24, a ação “Meu Dia Sem Impostos”. Durante a data, lojas ofertarão produtos sem o preço embutido do imposto.

Desenvolvimento será pauta na Aciag

Desenvolvimento econômico e inovação: prioridades de uma administração será o tema da reunião plenária da Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag). O convidado da próxima segunda-feira (21/5) é o advogado e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Palhoça, Marcelo Fett.  A palestra será na sede da Aciag - na rua 28 de Agosto, 890 - e tem início às 18h30.

SC terá usina termossolar

Nesta sexta-feira (18), foi assinada a ordem de serviço para a implantação da Usina Termossolar de Laguna, no Litoral de Santa Catarina. O empreendimento da Eletrosul será um dos primeiros do país a utilizar exclusivamente a energia térmica solar para geração de eletricidade. O objetivo é testar a eficiência da tecnologia CSP (Concentrated Solar Power).

A usina terá capacidade de geração de energia equivalente a 0,25MW. O empreendimento está orçado em R$16,5 milhões e será viabilizado pelo Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).