O presidente Jair Bolsonaro assinou na tarde desta terça-feira (30) o decreto que prorroga, por mais dois meses, o auxílio emergencial de R$ 600, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda durante a pandemia da Covid-19.

Com isso, cerca de 65 milhões de pessoas que tiveram o benefício aprovado receberão mais duas parcelas, no mesmo valor.

"Obviamente, isso tudo não é apenas para deixar a economia funcionando, viva, mas dar o sustento para essas pessoas. Nós aqui que estamos presentes sabemos que R$ 600 é muito pouco, mas para quem não tem nada é muito", afirmou Bolsonaro em discurso no Palácio do Planalto.

A Lei 13.982/2020, que instituiu o auxílio emergencial, foi aprovada pelo Congresso Nacional em abril e previa a possibilidade de que um decreto presidencial prorrogasse os pagamentos, desde que mantidos os valores estabelecidos.

Até a semana passada, o governo federal avaliava estender o auxílio por mais três meses, mas reduzindo o valor de cada parcela de forma decrescente, para R$ 500, R$ 400 e R$ 300, respectivamente.

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, não será necessário um novo cadastro para receber as novas parcelas do auxílio emergencial.

Todos aqueles que tiverem o benefício aprovado receberão os pagamentos normalmente, tanto por meio das contas digitais, quanto pelos saques nas agências bancárias e casas lotéricas.

Para quem preenche os requisitos para obter o auxílio emergencial, o prazo para novos cadastros termina nesta quinta-feira, dia 2 de julho.

Até agora, mais de 124 milhões de solicitações foram realizadas e cerca 65 milhões de pessoas foram consideradas elegíveis.

Dano na rede elétrica

A passagem do ciclone deixou um rastro de destruição em praticamente todas as regiões do estado, com ventos que ultrapassaram os 100km/h. Na noite de ontem (30), cerca de 1,5 milhão de unidades consumidoras (UCs) ficaram sem energia elétrica.

Segundo a Celesc, a ocorrência é classificada como "o maior dano da história na rede elétrica de Santa Catarina".

A Celesc trabalhava para recompor 75% a 80% do sistema até o final desta quarta-feira. No interior, o tempo de recomposição pode ser de dois a três dias.

Vagas abertas

Santa Catarina está com 2,3 mil vagas de emprego abertas em 56 municípios. As oportunidades estão sendo intermediadas pelo Sistema Nacional do Emprego (Sine), diretoria vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e podem ser consultadas pelo aplicativo Sine Fácil.

Entre as 2.324, a maior parte delas estão concentradas na região Oeste do Estado. No Sine de Concórdia há 497, sendo que para o cargo de alimentador da linha de produção, são 439 oportunidades.

A lista de oportunidades pode ser acessada no aplicativo Sine Fácil, disponível para smartphones.

Doação de máscaras

A Secretaria de Estado da Saúde vai distribuir 1.763.400 máscaras de proteção pessoal para as secretarias e entidades do Governo do Estado, nesta semana.

Os itens são provenientes da Receita Federal e não poderão ser usados nas unidades hospitalares – por não estarem nas normas técnicas da Anvisa. Por isso, serão doados aos órgãos estaduais.

A iniciativa da SES tem o objetivo de reforçar a proteção dos servidores.

Soluções inovadoras

Pesquisa inédita da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que as soluções inovadoras serão decisivas para o país enfrentar os efeitos da Covid-19 sobre a saúde da população e minimizarem os prejuízos sociais e econômicos.

O levantamento destaca que, em uma segunda etapa, a inovação será decisiva para acelerar a retomada da atividade e do crescimento da economia no Brasil.

Entre as mais de 400 empresas ouvidas, 83% afirmam que precisarão de mais inovação para crescer ou mesmo sobreviver no mundo pós-pandemia.

Os executivos das indústrias destacaram que a linha de produção é a área prioritária para receber inovações (58%), seguida pela área de vendas (19%).

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul