Foto Jūsų Panevėžys
Foto Jūsų Panevėžys

Acredito que, todo produto ou serviço, seja criado a partir de uma necessidade, mas isso não significa que esta necessidade se mantenha para sempre.

Com a evolução muitas coisas deixam de ser necessárias, como por exemplo uma câmera fotográfica com filme ou aparelho de vídeo cassete. O consórcio foi criado em um momento onde havia pouco crédito disponível.

No final dos anos 80, muitas coisas eram adquiridas através de consorcio, não apenas pela falta de crédito, mas também pela instabilidade de preços dos produtos causada pela inflação.

O mitos sobre o consórcio

Juros zero

Vamos analisar não apenas para uma taxa definida ao mês, e sim ao valor que pagamos a mais por algo que vamos adquirir através de um parcelamento. Ele pode estar “disfarçado” nas entrelinhas do seu contrato. No consórcio existe uma taxa chamada “administração”.

Hoje, ao consultar a aquisição de um consórcio de veículo está taxa de administração foi de 17,5% para o período.

Portanto, não existe “Juros Zero” no consórcio, ele só está com um nome diferente. Outros custos que você pode encontrar nesta contratação são: taxa de adesão, fundo reserva e seguros.

Consórcio como investimento: muitas pessoas pensam no consórcio como investimento, por não conseguirem ter disciplina para guardar dinheiro.

Desta forma pagam ao banco ou instituição que realizar o consorcio para lhe auxiliarem nesta disciplina.

Mas analise, pense se faz sentido você pagar para alguém te cobrar um valor mensal e “obriga-lo” a poupar, ao invés de você se disciplinar e receber rendimento neste dinheiro mensalmente.

Faz bastante diferença para o seu valor futuro, o seu sonho pode ser alcançado antes do que você imagina.

Recebimento do bem

O que deve ser analisado também, é o prazo que você deseja realizar a aquisição do bem.

Diferente de um financiamento que ao ser aprovado você já pode fazer a aquisição, no consórcio você deverá esperar ser contemplado.

Isso pode ocorrer tão breve ou no prazo final de pagamento do valor total da sua carta de crédito.

Ajuste do valor da carta de crédito

A atualização do crédito e das parcelas podem ser por índice econômico (no caso de imóvel o INCC por exemplo) ou preço sugerido por tabela da montadora para veículos.

Toda vez que o índice ou preço sugerido alterar (para cima ou para baixo) haverá ajuste no valor da sua carta de crédito e nas suas parcelas, tanto para os consorciados já contemplados ou não.

Características do bem

Observe as normas que constam no seu contrato, quanto a utilização do seu crédito. Por exemplo, pode haver determinações quanto ao ano aceito de veiculo usado ou o tipo de imóvel que poderá ser adquirido.

Fique de olho

O consórcio pode ser um bom caminho, desde que estejam bem esclarecidas todas as suas condições e estas se encaixarem na sua necessidade.

Analise, compare taxas de administração e solidez das instituições que estão lhe oferecendo este produto.

Mas lembre-se: organização das suas contas, planejamento financeiro para alcançar seus objetivos sempre será melhor do que consorcio ou financiamento.

 

 Por Ludmila Marques