O edital de licitação do sistema de transporte coletivo está pronto e aprovado pelo Tribunal de Contas do Estado. Nos próximos dias, o documento passará pela última revisão. Antes da abertura da concorrência, prevista para agosto, no máximo, setembro, uma comissão especial será formada.

Quem confirmou as informações à coluna, ontem, foi o secretário de Planejamento e Urbanismo, Eduardo Bertoldi (MDB).

Para chegar a esse ponto, a equipe de servidores da Prefeitura trilhou um longo percurso. Estudos e mais estudos foram analisados. A primeira versão do edital ficou pronta em 2016, no ano passado novas informações foram anexadas.

E, em novembro de 2017, o edital foi encaminhado para análise do TCE. O órgão de controle fez as observações através de relatório emitido em junho. Em julho, as mudanças foram feitas e o ok recebido.

A planilha ainda está sendo revisada internamente, mas a perspectiva é de que o preço estipulado pelo novo edital seja mais baixo do que os R$ 4,75 da embarcada e R$ 4,40 do cartão fidelidade cobrados atualmente e que fazem das passagens em Jaraguá do Sul uma das mais caras do país.

Para custear parte do valor, o documento prevê novas formas de arrecadação, como a ampliação da publicidade nos ônibus e terminais.

O novo edital também deve acabar com um velho problema, a ausência de linhas nos fins de semana. Todas deverão ser mantidas de segunda a segunda, apenas com mudanças de horários. Os bairros que hoje não são atendidos passarão a contar com o serviço.

Também serão lançadas linhas radiais- do centro aos bairros - e diamentrais - entre os bairros. Além disso, haverá monitoramento das viagens, horários e itinerários. O contrato entre a Prefeitura e a Canarinho está vencido desde dezembro de 2016.

“O objetivo é oferecer um serviço de transporte público melhor, mais eficiente, que atenda a contento a demanda dos usuários. Só assim vamos conseguir diminuir o número de veículos nas ruas”, diz Bertoldi.

Repercutiu

O presidente da Câmara, Anderson Kassner (PP) foi a tribuna ontem elogiar OCP pelo caderno especial de aniversário de 142 anos de Jaraguá do Sul. Citou que os voluntários ajudam a fazer uma Jaraguá Gigante.

Assunto velho

Pesquisa da repórter Verônica Lemus mostra que o debate sobre o excesso de indicação dos vereadores ao Executivo é bastante antigo. O recorte é de uma edição do OCP de 1997. Parece que nesse quesito nada mudou.

Dobradinha Mariani e Chiodini

Em agenda no Planalto Norte, as principais lideranças no Estado reuniram centenas de pessoas, entre elas Mauro Mariani e Carlos Chiodini. Os dois trocaram elogios. Mariani lembrou quando conheceu um jovem de 20 poucos anos que já dizia que seria deputado.

Já o jaraguaense disse que, além de um amigo, o pré-candidato é um gestor corajoso e tem perfil adequado para encarar os novos desafios da gestão pública.

“Mariani tem tudo para recolocar nosso Estado no rumo certo. De forma simples irá destravar o governo, trabalhando as potencialidades de cada região e prestigiando quem produz”, frisou.

MDB e as alianças

O MDB fechou aliança com o PR e o PPS e outros menores como PTB, PSDC, PTC e Avante e tem apostado forte nos últimos dias nas conversas com o DEM e o PSDB.

“Está tudo aberto”, diz Izidoro

Na expectativa pela convenção do PP, no sábado, o presidente da sigla em Jaraguá do Sul, Ademir Izidoro, afirma que o cenário ainda está indefinido.

Discute-se internamente tanto a possibilidade de o PP bancar a candidatura de Esperidião Amin ao governo do Estado, com ou sem o PSD, como também o ex-governador ocupar a vaga de vice ou a senador na composição com Gelson Merisio.

Uma comitiva da região irá participar do evento, em Florianópolis, quando também será confirmada a candidatura de Dieter Janssen à Assembleia Legislativa.

“O Dieter vem trabalhando muito, está com apoio concretizado na região e em vários municípios do Norte. É um nome leve de defender, com trabalho prestado em favor da comunidade e sem nada que o desabone”.

Amin é a grande incógnita

No sábado, a convenção do PP, em Florianópolis, vai apontar se o deputado federal Esperidião Amin será candidato a governador. Amin já concorreu ao posto quatro vezes. Venceu em 1982 e 1998. Hoje, ele é a grande interrogação do processo.

Tucanos querem reunir mais de duas mil pessoas

Um dia depois do PP bater o martelo, o PSDB realiza sua convenção em Joinville, no domingo, 29. O senador Paulo Bauer será confirmado ao governo, e ainda existe a possibilidade de chapa pura.

Pelo que se desenha, Geovânia de Sá pode ser a vice e Napoleão Bernardes e Marcos Vieira – ou ainda Leonel Pavam – vão buscar uma vaga ao Senado. A expectativa dos tucanos é reunir mais de duas mil pessoas.

Vagas para motos

É do presidente da Câmara de Vereadores, Anderson Kassner (PP), indicação para que o Executivo avalie a possibilidade de ampliar o número de vagas de estacionamento para motos nas proximidades do shopping.

Na Acijs

O presidente da Fampesc, Alcides Andrade, vai falar sobre os principais desafios das micro e pequenas empresas durante a próxima plenária da Acijs, na segunda-feira.

No mesmo evento, o prefeito Antídio Lunelli fará uma apresentação sobre as ações promovidas pela Prefeitura para beneficiar o setor.

Debate sobre o aborto

Depois de Jaraguá do Sul, foi a vez dos vereadores de Guaramirim aprovarem moção de repúdio contra a ação judicial que busca descriminalizar o aborto até a décima segunda semana de gestação, atualmente em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF).

Os parlamentares defendem que o debate deve ser travado pelo Legislativo, no caso o Congresso, e não pelo Judiciário.