É grande a expectativa para a apresentação que o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli (PMDB), fará na segunda-feira na plenária da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs). No convite enviado à imprensa, a informação é que Lunelli apresentará uma revisão do caixa da Prefeitura e fará novas projeções econômicas. O grande objetivo da administração municipal é fechar o ano com as contas em dia. Possíveis mudanças no Issem também devem entrar na pauta, assim como as medidas tomadas para desburocratizar a máquina pública. Cultura contra a corrupção dentro das empresas Em tempos de operações como Lava Jato, com a prisão de altos executivos, e Carne Fraca, que acabou envolvendo o frigorífico Peccin, que tinha uma unidade em Jaraguá do Sul, e gigantes como JBS e BRF, surge com força no Brasil e em Santa Catarina a adoção do chamado Compliance. O sistema, que ganhou notoriedade com o advento da Lei Anticorrupção, propõe a criação de mecanismos de prevenção e combate à corrupção dentro de empresas. “O mercado, hoje, mais do que nunca, exige isso. É preciso criar um programa efetivo de integridade, auditoria e incentivo à denúncia de irregularidades e a aplicação efetiva de códigos de ética. A empresa precisa dar este recado ao mercado se quiser ser competitiva”,alerta o advogado André Vicari. Empresários atentos com conduta ética A terceira edição da “Pesquisa TozziniFreire-Perspectivas para o ambiente jurídico e econômico brasileiro de 2017” traz um mapa sobre os temas prioritários eleitos por 130 executivos de empresas que atuam no país. O compliance apareceu como o segundo tema mais importante, com 74%, o que mostra a preocupação dos empresários em promover uma conduta ética dentro das organizações. Prioridades da região Está marcada para próxima segunda-feira, às 14 horas, a primeira reunião deste ano do Conselho de Desenvolvimento Regional (CDR). O CDR é formado pelos prefeitos e presidentes das Câmaras municipais dos municípios de abrangência da ADR (Corupá, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Massaranduba e Schroeder), e dois representantes, por município, da sociedade civil organizada, assegurando a representatividade dos segmentos mais expressivos da região. Na pauta, as prioridades conjuntas dos municípios. Aneel vai licitar linhas de transmissão O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini, recebeu esta semana representantes do Ministério de Minas e Energia e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em Florianópolis. Na ocasião, foram apresentados os principais empreendimentos de transmissão de energia elétrica que serão objeto de leilão na próxima segunda-feira.  Somados, os investimentos no Estado devem chegar a R$ 1,5 bilhão. A Aneel vai leiloar concessões para a construção, operação e manutenção de 7.400 km de linhas de transmissão em 20 Estados. O leilão será dividido em 35 lotes, com investimento previsto de R$ 13,1 bilhões. “Destes, dois lotes são para Santa Catarina, contemplando 484 km de linhas de transmissão. O maior trecho é entre Abdon Batista e Siderópolis, com 261 km. Será realizado, também, leilão para instalação de um compensador estático em Biguaçu”, explica Chiodini.