Depois de enfrentar 30 dias de greve, o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli (PMDB), e sua equipe estão debruçados na formatação de um novo organograma. O anúncio das mudanças deve ocorrer ainda em abril. As sugestões já foram apresentadas por todos os secretários ao prefeito, a quem caberá a decisão final. Não está descartada a redução de salários de alguns cargos comissionados e a previsão é de extinção de algumas secretarias. Hoje, são 15 cargos com status de primeiro escalão. Ninguém adianta ainda quais pastas devem sofrer cortes, mas ao olhar para o orçamento a dedução lógica é que as secretarias com poucos recursos se transformem em diretoria, caso da Agricultura, por exemplo. Lunelli já admitiu à coluna que não está 100% satisfeito com o organograma que foi aprovado pela Câmara  no fim do ano passado. Diz que com a rotina dentro da Prefeitura sentiu a necessidade de mudanças. Quer dar mais eficiência à administração. Outro objetivo das propostas deve ser criar espaço maior para valorização do servidor efetivo e assim aumentar o canal de comunicação com a categoria. Apresentação na Acijis  Na próxima segunda-feira (24), o prefeito Antídio Lunelli faz uma nova apresentação na Acijs. Além de fazer um balanço dos 100 primeiros dias, vai apresentar alguns números novos e mostrar dados sobre a previdência municipal. Desde que assumiu, Lunelli tem dito que é necessário corrigir algumas distorções no Issem. Dúvidas nas vistas A segunda votação na Câmara de Vereadores do projeto que acaba com a gratificação paga aos servidores que fazem parte do ESF (Estratégia de Saúde da Família) – prevista para terça-feira (18) – ainda é incerta. A dúvida é se Ademar Winter (PSDB) ainda poderá pedir vistas para adiar a análise da matéria, coisa que seu suplente, Irineu Pasold, já fez. Mudanças nas bases Contrário ao pacote de cortes da administração, o vereador Celestino Klinkoski (PP) não tem mais sido convidado para participar das reuniões entre os parlamentares da base aliada ao prefeito Antídio Lunelli. Mas isso não tem preocupado o staff do governo. No lugar de Klinkoski, Dico Moser (PSDB) tem garantido a chamada governabilidade. 16 mil pessoas já fizeram o cadastramento biométrico  Começou oficialmente ontem o período de cadastramento biométrico da Justiça Eleitoral em Jaraguá do Sul. Antes disso, 16 mil pessoas já tinham atualizado seus dados e estarão aptos a votar através do novo sistema. O prazo para regularizar a situação vai até o dia 7 de dezembro. Quem não se cadastrar até lá terá o título cancelado, tendo problemas com o CPF e passaporte, por exemplo. Segundo Eduardo Arbigaus, a espera para atendimento tem sido em média de 30 minutos. Mas quem preferir pode marcar horário pelo site do Tribunal Regional Eleitoral no link agendamento. O horário de atendimento do Cartório Eleitoral é das 12h às 19h, com distribuição de senhas até as 18h. É necessário levar documento de identificação com foto e comprovante de residência em nome próprio ou de parente de até segundo grau. Ter o título eleitoral em mãos também ajuda. Recuperação das aulas A comissão formada para elaborar um calendário de reposição das aulas municipais em função da greve definiu o cronograma. As decisões serão apresentadas nesta terça aos diretores de escola, na quarta-feira (19) pela manhã aos centros de educação infantil e só depois à imprensa e aos pais.