Entre esta sexta-feira e segunda-feira, as principais indefinições que cercam o tabuleiro eleitoral de Santa Catarina serão esclarecidas. No sábado, a convenção do PP, em Florianópolis, vai apontar se o deputado federal Esperidião Amin será candidato a governador. Amin já concorreu ao posto quatro vezes. Venceu em 1982 e 1998. Hoje, ele é a grande interrogação do processo.

O PSD de Gelson Merisio ainda acredita na aliança com Amin, que pode escolher entre as vagas de vice ou Senado.

Um dia depois do PP bater o martelo, o PSDB realiza sua convenção em Joinville. O senador Paulo Bauer será confirmado ao governo do Estado, com grande possibilidade d chapa pura. Pelo que se desenha, Geovânia de Sá será a vice e Napoleão Bernardes e Marcos Vieteira – ou ainda Leonel Pavam – vão buscar uma vaga ao Senado.

Depois, entre os maiores, restarão o MDB e o PT. Mauro Mariani será confirmado em convenção no dia 4. A sigla já tem aliança firmada com PR e PPS. No dia 5, o PT faz sua convenção. Décio Lima será o candidato ao governo e o ex-desembargador Lédio Rosa a uma das vagas ao Senado.