O juiz Eduardo Burg, da 2ª vara de Guaramirim, condenou o ex-presidente do PDT do município, Antonio Monteiro, que hoje comanda o PTB, a três anos e seis meses de reclusão em regime aberto e ao pagamento de sete salários mínimos e meio, por corrupção ativa de testemunha e por denunciação caluniosa. Também foram condenadas à prestação de serviços comunitários e ao pagamento de um salário mínimo Elisângela Stefano e Andreia de Moraes, por falso testemunho. A ação é referente a uma denúncia feita pelas condenadas após as eleições de 2012. Ambas procuraram a polícia na época denunciando suposta compra de votos por parte do candidato vitorioso à Prefeitura, Lauro Fröhlich (PSD), do vereador eleito, Evaldo Junckes (PT), e do suplente Jaime Ávila (PT). Elisângela e Andreia afirmaram que os candidatos haviam comprado votos distribuindo cestas básicas, dinheiro e carga de barro, além de transportarem eleitores. Com as investigações em andamento, porém, as duas mudaram suas versões e confessaram terem recebido entre R$ 1.300 e R$ 1.000, mais promessa de cargo na Prefeitura se o segundo colocado, Nilson Bylaardt (PMDB), assumisse. Conforme apontam as investigações do Ministério Público, o plano foi elaborado por Monteiro com o objetivo de levar o PMDB, partido ao qual o PDT estava coligado, ao poder. Procurado pela coluna, Monteiro não atendeu as ligações. Da decisão, ainda cabe recurso.

* * *

Enfrentamento à violência 

pagina 4

O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) foi um dos palestrantes do Fórum Regional de Enfrentamento à Violência e Abuso Sexual à Criança e ao Adolescente, realizado em Joinville. O parlamentar iniciou os trabalhos relatando as atividades da Comissão de Defesa das Crianças e Adolescentes, a qual preside na Assembleia Legislativa. “Temos que dar a atenção necessária ao problema e acima de tudo trabalhar a prevenção. Com uma comunidade preparada e atenta temos condições de enfrentar esse problema”, comentou.

* * *

Minuta já existe

Ex-vereador Pedro Garcia (PMDB) elogiou a realização a audiência pública para tratar sobre os animais abandonados. Mas lembra que uma das conclusões do encontro, sobre a necessidade da criação de um conselho e de um fundo específico para o setor, já foi apresentada por ele no ano passado através de minuta enviada ao Executivo. “É um assunto que merece atenção”.

* * *

Viaduto: Dnit será notificado 

Em resposta à denúncia feita pelo representante do Movimento Brasil Livre, Amarildo Batista, o procurador geral da República em Jaraguá do Sul, Claudio Cristiani, decidiu notificar o Dnit (Departamento Nacional de Obras e Transportes). O órgão federal vai ter que dar explicações oficiais sobre os atrasos na entrega do viaduto da Waldemar Grubba e estipular uma data para inauguração da obra, que custou mais de R$ 5 milhões.

* * *

Isenção de PIS e Cofins

Presidente do Samae, Ademir Izidoro (PP), comemora ligação recebida do deputado federal Esperidião Amin informando sobre a aprovação pela Comissão de Constituição e Justiça do projeto de lei que possibilita a isenção de PIS e Cofins aos prestadores de serviços do setor de saneamento. O texto ainda passará por análise do Congresso Nacional. “Se for aprovado, os prestadores desses serviços poderão investir mais nos municípios”, prevê Izidoro.

LEIA A COLUNA COMPLETA NA VERSÃO DIGITAL DO JORNAL O CORREIO DO POVO