Respondendo à nota publicada na coluna da edição de terça-feira (13), o prefeito de Guaramirim, Luís Antônio Chiodini (PP), afirmou que assinou nesta quarta (14) portaria de exoneração de duas ocupantes de cargos comissionados por suspeita de estarem em atividades de lazer quando deveriam estar em curso pago com dinheiro público e também por falta de disciplina no local de trabalho. As vagas são do PP e do DEM, mas em função da crise econômica e do comprometimento com a folha de pagamento, não há previsão para recomposição do quadro, segundo o prefeito. Na semana passada, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitiu alerta ao município, que no primeiro quadrimestre utilizou cerca de 55% do orçamento para pagamento do funcionalismo, além disso, realizou apenas 80% do previsto em arrecadação. Chiodini anunciou também a criação de uma comissão especial que será responsável por avaliar o desempenho dos ocupantes de cargos comissionados. A ideia é que os ocupantes de cargos políticos sejam mais cobrados de resultados pelo governo. “Quem não se comprometer está fora. O município tem muitos desafios e nós temos que atender à demanda”, promete. Leia mais: - Tribunal de Contas emite alerta para a Prefeitura de Guaramirim Devolução confirmada Em entrevista à jornalista Natália Trentini, da coluna Pauta Livre, o secretário estadual de Planejamento, Murilo Flores, confirmou possibilidade levantada pelo jornal O Correio do Povo há mais de um mês.  O governo do Estado vai mesmo devolver o trecho urbano da BR-280 à União. De obra, fará apenas o viaduto entre Guaramirim e Massaranduba. O restante do trecho entrará no pacote de concessão oferecido à iniciativa privada. Lideranças da região já se articulam para conhecer detalhes do projeto. Leia mais: - “Destino da BR-280 deve ser a concessão”, diz secretário de Estado de Planejamento, Murilo Flores Negherbon fica em comissão processante Vereador jaraguaense Jaime Negherbon (PMDB) garante não ter problemas em integrar a comissão processante que investigará denúncia contra o colega Arlindo Rincos (PSD). Diz que apenas imaginou que por ser suplente e não estar em nenhuma comissão permanente da Casa não poderia também fazer parte da investigação sobre suposta cobrança de uma taxa em cima do salário de comissionados, na legislação passada. “Mas o Pedro Garcia (presidente da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul) disse que não tem nenhum problema. Então eu fico. Já participei de comissão processante contra os ex-prefeitos Moacir Bertoldi e Cecília Konell. Não sou de fugir das minhas responsabilidades”, disse. Mesmo com a permanência de Negherbon, a Câmara ainda terá outras dificuldades para compor o grupo, já que os sorteados Ademar Winter (PSDB) e Jair Alquini (PSD) terão que ser substituídos. Winter, campeão de legislaturas, alega não ter tempo para assumir a responsabilidade, e Alquini fica na suplência - no lugar de Rincos, que está de licença médica - por apenas 15 dias. Leia mais:Vereadores aprovam abertura de comissão e Rincos deve ser investigado - Ministério Público investiga a denúncia contra vereador Arlindo Rincos  
A empresa Ambiental, responsável pela supervisão da parte ambiental da duplicação da BR-280, colocou urnas como essa da foto em pontos públicos de Jaraguá do Sul, Schroeder e Corupá. O objetivo é que a população opine sobre os andamentos dos trabalhos. Segundo a responsável, Thaise Santim Sirena, a participação tem sido pequena até agora.
A empresa Ambiental, responsável pela supervisão da parte ambiental da duplicação da BR-280, colocou urnas como essa da foto em pontos públicos de Jaraguá do Sul, Schroeder e Corupá. O objetivo é que a população opine sobre os andamentos dos trabalhos. Segundo a responsável, Thaise Santim Sirena, a participação tem sido pequena até agora | Foto Divulgação
  Pela competitividade O vice-presidente da Acijs, Tiago Coelho, que representa a entidade na Câmara de Assuntos Tributários e Legislativos da Fiesc, avalia como positiva a decisão da Secretaria da Fazenda de assegurar os benefícios do Programa Pró-Emprego, retirando restrições que a legislação impunha. Até então, conforme o Decreto 1020, publicado no final de 2016 e com vigência a partir do dia 1º de julho deste ano, só poderiam se utilizar de alguns dos benefícios do Pró-Emprego as empresas que exportassem pelo menos 20% de sua produção e apresentassem saldo credor do ICMS. “Ocorre que a maioria dos contribuintes não se enquadrava nestas condições e com as dificuldades de mercado, ao mesmo tempo em que os custos aumentam, as perdas vinham se acumulando”, explica Tiago. Sinsep recorre aos vereadores O presidente do Sinsep, Luiz Cezar Schorner, protocolou dois ofícios na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul. Em um deles, faz um apelo para que os parlamentares intercedam junto ao Executivo em favor do reajuste dos servidores. Em outro, pede uma auditoria nas contas da Prefeitura. O objetivo da auditoria, segundo ele, é mostrar que a Prefeitura tem recursos para repassar aos servidores o reajuste anual previsto na Constitucional Federal, na Lei Orgânica do Município e no Estatuto dos Servidores. Leia mais: Sinsep quer auditoria nas contas da Prefeitura de Jaraguá do Sul para garantir reajuste Ex-vereadores multados O Tribunal de Contas do Estado (TCE) aplicou multa aos vereadores de Guaramirim do exercício de 2007. A maioria terá que devolver aos cofres públicos R$ 1,7 mil, corrigido desde então. Segundo a decisão do TCE, os ex-parlamentares Adilson Araújo, Alcibaldo Germann, Jorge Luiz Feldmann, Lírio Devegili, Luís Antônio Chiodini (atual prefeito), Maria Lúcia da Silva Richard, Osni Bylaardt, Marcos Mannes, Belmor Bernardi, Evaldo João Junckes e João Deniz Vick aumentaram indevidamente seus subsídios no período. Padronização das lombadas A Diretoria de Trânsito da Prefeitura de Jaraguá do Sul estuda a possibilidade de padronizar as lombadas eletrônicas. A mudança depende de aprovação do Comcidade, que até então não apoiava a iniciativa. Os motoristas reclamam que a confusão causada pela adoção de diferentes velocidades é um dos fatores que mais gera multa. Pedido de sinalização Vereador Anderson Kassner (PP) cobrou na tribuna da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul melhorias na sinalização entre as ruas Anna Muller Enke e Luciano Zapella. Segundo o parlamentar, a ausência de placa para preferencial está oferecendo perigo aos que transitam pelo local.