A queda no número de beneficiários dos planos de saúde respinga diretamente no aumento da procura pelo serviço público. De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), foram cerca de 3.200 contratos encerrados nos municípios da região nos últimos dois anos. E para deixar a situação ainda mais difícil, dados da Prefeitura de Jaraguá do Sul mostram que o número de consultas nos postos caiu 40% no primeiro quadrimestre deste ano na comparação com 2016. Um dos motivos foi a greve dos servidores. Ou seja, a fila está maior e a espera também. São cerca de 15 mil pacientes na fila por atendimento na saúde básica e uma espera média de dois meses e meio por uma consulta com clínico geral, realidade que muda bastante de um posto para outro. Na visão de secretário de Saúde, Jonas Germano Schmidt, a saída é organizar melhor todo sistema para conseguir oferecer um atendimento mais adequado. Uma das metas da pasta é diminuir os índices de faltas a consultas e procedimentos diversos, que ultrapassam os 17%. “Queremos reduzir drasticamente esse número, evitando a ociosidade nos postos e fazendo a fila andar”, diz Schmidt. O novo sistema de agendamento foi elaborado pensando nisso. Uma atendente do posto telefona para o paciente próximo da data de consulta confirmando a presença dele. Segundo Schmidt, através desses registros também será possível avaliar a necessidade de adaptar o quadro de alguns postos de saúde e até mesmo de novas contratações. Melhorar a infraestrutura A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul aprovou dotação orçamentária de R$ 188 mil para a Secretaria de Agricultura. Segundo projeto encaminhado pelo Executivo, o valor será investido na aquisição de macadame, pedras, e artefatos de cimento; bem como com a contratação de serviços de horas máquina, caminhões e equipamentos. Pra frente “Independentemente do presidente de plantão, o Brasil tem que continuar avançando no caminho da recuperação econômica. O Brasil não pode parar. O país tinha que passar por tudo isso, mas sairá mais forte e melhor”. Fala do presidente do PMDB de Santa Catarina, o deputado federal Mauro Mariani, durante a posse da nova diretoria da Associação Empresarial de São Bento do Sul, comentando o início do julgamento do presidente Michel Temer. Revitalização da SC-108 Secretário de Estado da Infraestrutura, Luís Fernando Vampiro, recebeu representantes dos municípios da região esta semana. Uma das reivindicações feitas através da Agência Regional é para revitalização da SC-108, no trecho que liga os municípios de Guaramirim e Massaranduba. A promessa de Vampiro é que um orçamento será feito enquanto a verba necessária será negociada. Repercutiu Senador Paulo Bauer (PSDB) compartilhou matéria do OCP nas redes sociais sobre o fato de Jaraguá do Sul ter sido considerada a cidade mais segura do país. “Alegria ao saber que Jaraguá do Sul e Brusque são as cidades mais pacíficas do país. O lado ruim da notícia é que Santa Catarina perdeu o posto como Estado mais seguro. De 2005 a 2015, cresceram o número de mortes de jovens (37,3%), de jovens negros (50%) e de mulheres negras (133,4%). O combate ao crime organizado e os investimentos em segurança e educação precisam ser reforçados com urgência”, defendeu o senador. Captação de recursos Em tempos de recessão, técnicos da Amvali fortalecem o trabalho de assessoria para as Prefeituras da região que precisam buscar recursos para investir em obras. Nesta semana, o ciclo de visitas envolveu servidores da Prefeitura de Corupá, que foram treinados para apresentar projetos de captação dentro das normas existentes. Acijs resgata momento histórico A Associação Empresarial prestou homenagem a ex-presidentes e a empresas com atuação destacada na história da entidade, na noite de segunda-feira (5), dando início a uma programação que pretende marcar os 79 anos de fundação, a serem completados no próximo dia 22.  A homenagem acabou resgatando um momento da história da Acijs que muitas pessoas desconhecem. Na gestão do ex-presidente Arthur Marquardt, entre os anos de 1962 a 1966, no início do regime militar, o titular acabou sendo preso pelo delegado de polícia à época por acusação de desacato. DSC_0067 Em função do episódio, que a classe empresarial considerou abuso de autoridade, Dietrich Hufenüssler acabaria assumindo a presidência para cumprir o mandato. Para o presidente Giuliano Donini, o fato demonstrou o posicionamento de isenção da entidade e a postura de Hufenüssler de defesa da autonomia do setor empresarial em relação a um momento turbulento do país. Apoio às famílias de desaparecidos Uma pessoa desaparece no Brasil, em média, a cada 11 minutos, são 141 pessoas por dia. É um número extremamente alarmante. Por isso, ações como o Grupo de Apoio a Familiares de Desaparecidos (GAFAD) precisam ser reconhecidas. Foi o que aconteceu na Assembleia Legislativa na última terça-feira (6) quando projeto do deputado Gelson Merisio (PSD) foi aprovado, reconhecendo o GAFAD como uma instituição de utilidade pública. A instituição batalha diariamente por uma integração mais eficiente dos trabalhos das várias entidades envolvidas na busca e resolução de desaparecimentos, como a integração de todos os cadastros em um único, nacional. Pedido de informação Presidente da Câmara de Vereadores de Guaramirim, Osni Bylaardt (PMDB), é autor de pedido de informação a respeito da negociação que levou a folha de pagamento dos servidores da Prefeitura para a Caixa Econômica Federal. O parlamentar quer saber como foram investidos os R$ 901 mil resultantes do processo, fechado em 2013. Encontro adiado  A Avevi anunciou na terça-feira (6) o adiamento da Assembleia Geral da entidade e o Encontro Regional de Vereadores com o Fórum Parlamentar Catarinense que estava marcado para a próxima sexta-feira, dia 9 de junho, na Câmara de Schroeder. O motivo é a situação crítica que passa novamente o Estado por causa das chuvas. Os deputados e senadores entendem que o momento exige uma atenção especial aos quase 100 municípios afetados. A entidade e o fórum parlamentar vão aguardar mais uma semana para agendar uma nova data.