A Prefeitura de Jaraguá do Sul aguarda o retorno do recesso dos servidores municipais e também do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SC) para enviar o edital do transporte coletivo do município ao órgão de controle. O documento ainda precisa ser atualizado com os dados coletados na última audiência pública, realizada no dia 12 de dezembro. O procurador-geral do Município, Benedito Noronha, explica que os apontamentos levantados na audiência ainda precisam ser compilados e submetidos à análise, que será feita por duas equipes, uma responsável pelas questões técnicas e outra pela parte referente aos custos. Parte dessa equipe, de servidores, está em período de férias coletivas e retornará no dia 23 de janeiro. Depois de receber o documento, o Tribunal de Contas tem até 60 dias para fazer a análise. O órgão só volta ao trabalho no dia 2 de fevereiro. Como a prorrogação do contrato entre a Prefeitura e a Canarinho vence no dia 6 de fevereiro e não haverá tempo hábil para abertura da concorrência pública até lá,  uma nova renovação terá que ser feita. linha azul Candidaturas suspeitas O Ministério Público de Santa Catarina levantou suspeitas de irregularidades em 115 candidaturas da eleição passada, todas elas de servidores públicos. A investigação envolve 80 cidades, que não tiveram os nomes divulgados. A suspeita surgiu após avaliação dos resultados das eleições e do número de votos que esses candidatos receberam - foram menos de dez votos para cada disputante, muitos inclusive sem nenhum voto registrado. A suspeita é que os candidatos tenham concorrido apenas para usufruir da licença remunerada para servidores em campanha eleitoral, que pode ser de até seis meses. linha azul Destino PP Indicada para uma diretoria de Saúde na Prefeitura de Jaraguá do Sul, a ex-suplente de senadora, Niura Demarchi deve mesmo se filiar ao PP. Esse também pode ser o destino da maioria dos tucanos que deixaram o ninho no ano passado. linha azul No ninho “O partido não quer, mas ele já foi picado pela mosca azul”. A declaração foi feita à coluna em dezembro pelo deputado federal Marco Tebaldi sobre a ida de Vicente Caropreso para Secretaria de Estado de Saúde. Na visão do ex-prefeito de Joinville, o PSDB só tem a perder em participar oficialmente do governo Colombo, pois deixa de ser uma opção sem ranhuras para o eleitor em 2018. linha azul Mariani não polemiza  Em Jaraguá do Sul ontem para liberar uma emenda que vai permitir a pavimentação de mais um trecho do acesso ao Boa Vista, o deputado federal e presidente do PMDB, Mauro Mariani, adotou um tom diferente do habitual. Não fez críticas ao ingresso do PP e PSDB no governo de Raimundo Colombo, do qual o PMDB é o parceiro número um e começa a perder espaço. “O governador é muito habilidoso politicamente e está tentando atrair todas as correntes políticas para dentro do seu governo, até como forma de ter mais tranquilidade para enfrentar as dificuldades que estão por vir ao longo do ano. Quanto mais forças políticas ele tiver em torno de seu governo, mais tranquilidade terá”, disse Mariani, sem detalhar quais serão essas dificuldades. linha azul