Uma atuação de centro, comprometida com as pautas que podem fazer a economia melhorar, favorecendo a geração de emprego e a desburocratização da máquina pública. São esse os principais nortes do mandato de Carlos Chiodini (MDB), agora como deputado federal.

O jaraguaense vai se ambientando em Brasília e admite que tudo é muito intenso e de grandes proporções. “É a representação da sociedade, com toda a sua diversidade e complexidade”, define.

No meio desse turbilhão, uma das primeiras ações de Chiodini foi protocolar pedido para recriação da Frente Parlamentar pela BR-280. O objetivo é unir em torno do tema todos os deputados e senadores catarinenses, em especial aqueles que têm domicílio eleitoral no Norte do Estado.

O jaraguaense afirma que essa é a pauta prioritária e que por isso deve concentrar grandes esforços.
E como um dos principais articuladores para estadualização do trecho urbano da BR-280, o deputado federal acredita que seria um erro muito grande devolver o percurso à União como vem sendo cogitado.

“Já foi licitada, já tem contrato, estudos e licenças. Imagina começar isso do zero. Temos que cobrar do governo federal a duplicação até São Francisco que ainda nem saiu. O Estado tem condições de fazer a obra entre Guaramirim e Jaraguá do Sul. Até porque é preciso lembrar que tanto uma quanto a outra obra significam movimentação econômica e consequente aumento na arrecadação. Não é gasto é investimento”, defende.

Acompanhando as polêmicas em torno dos privilégios da classe política e do clamor por comportamento de mais responsabilidade com dinheiro público, Carlos Chiodini fez ontem o primeiro anúncio nesse sentido.

Os cerca de R$ 26 mil líquido que irá receber de auxílio-mudança serão transferidos para a corporação de Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul.

A entrega do valor deve acontecer nos próximos dias. Todos os deputados e senadores, no início e no fim de mandato e mesmo os reeleitos, têm direito ao benefício.

Previdência é prioridade

O governo de Jair Bolsonaro não pode se perder em meio a discussões ideológicas sem sentido justamente porque isso pode colocar em risco uma das principais agendas do país, a Reforma da Previdência.

O alerta é do deputado federal Carlos Chiodini que tem medido a febre entre os seus colegas. O texto deve chegar esta semana à Câmara dos Deputados para análise das comissões.

Chiodini se diz favorável à reforma, mas estudar o texto finalizado para avaliar ponto a ponto.

Pauta conjunta

Prefeitos da região e líderes empresarias aguardam uma agenda com governador Carlos Moisés (PSL) para tratar de temas de interesse dos municípios.

A reivindicação por agilidade na obra de duplicação do trecho urbano da BR-280 deve ser a pauta principal.

Tragédia podia ser pior

O desmoronamento que destruiu dez casas na Vila Freitas em Guaramirim acende o sinal de alerta. Por muito pouco uma grande tragédia não foi registrada no local.

As pessoas saíram a tempo porque ouviram estalos, mas não havia um aviso do risco das entidades públicas e nem um plano para evacuação.

Mais uma vez ficou clara a necessidade de as Prefeituras da região trabalharem incansavelmente na prevenção.

Napoleão deixa o PSDB

Ex-prefeito de Blumenau e candidato a vice-governador no ano passado, Napoleão Bernardes anunciou sua saída do PSDB.

Em carta apresentada às lideranças do partido, Bernardes disse que viveu duas décadas de intensa dedicação à política através da construção partidária e do exercício de dez anos de mandatos eletivos legislativos e executivos consecutivos.

"É chegado o tempo de um novo momento político e de vida", disse. O ex-prefeito de Blumenau afirmou ainda que pretende ficar um tempo sem partido para atualização, reciclagem e oxigenação.

Debate sobre decretos

O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) se reuniu ontem com membros da diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Jaraguá do Sul, entre eles o presidente Gabriel Seifert. Em pauta as demandas do comércio, além de questões de infraestrutura.

Caropreso ainda pontuou sobre a sessão especial que ocorre nesta terça-feira e que contará com a presença do secretário da Fazenda, Paulo Eli.

O objetivo da sessão é explicar o decreto n° 1867/18 que acaba com isenções de ICMS. O presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt, também participará.

Inaugurada inacabada

O Ministério Público solicitou à Prefeitura de Guaramirim levantamento que indique o quanto o atual governo já gastou para finalizar obras inauguradas inacabadas pela administração anterior.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?