O candidato Jair Bolsonaro (PSL) lidera a corrida presidencial, com 59% das intenções de voto, segundo pesquisa Ibope, contratada pela TV Globo. A duas semanas da eleição, o deputado e capitão reformado tem 18 pontos porcentuais de vantagem sobre Fernando Haddad (PT), que aparece com 41%. O cálculo considera apenas os votos válidos.

O candidato do PSL lidera em todas as regiões do país, com exceção do Nordeste. No Sul, no Sudeste e no Norte/Centro-Oeste, ele teria, respectivamente, 69%, 67%, e 64% dos votos válidos se a eleição fosse hoje. Já o eleitorado nordestino daria a Haddad 63%, contra 37% para o adversário.

De acordo com a pesquisa, o presidenciável do PSL tem apoio muito mais concentrado entre os evangélicos (74%), brancos (68%) e de renda e escolaridade mais altas. Já no segmento católico, a disputa entre os dois candidatos é mais acirrada: 53% para Bolsonaro e 47% para Haddad. Esse placar se repete no eleitorado que se declara negro ou pardo.

O candidato do PSL lidera entre as mulheres, por 54% a 46%, mas a vantagem dele em relação a Haddad entre os homens é muito maior: 64% a 36%.

Na faixa de renda de até um salário mínimo, o candidato do PT lidera por 58% a 42%. Mas, em todas as demais, quem está à frente é seu adversário do PSL. A vantagem máxima de Bolsonaro aparece entre quem ganha mais de cinco salários mínimos: 72% a 28%.

Na segmentação do eleitorado por escolaridade, Haddad vence entre quem estudou até a quarta série do ensino fundamental, por 56% a 44%, e fica próximo de Bolsonaro na faixa da quinta à oitava série. Acima disso, o candidato do PSL lidera com folga, com o apoio de cerca de dois terços do eleitorado.

O Ibope ouviu um total de 2.506 eleitores nos dias 13 e 14 de outubro. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?