Três meses para as eleições e nada definido O cenário ainda é incerto e os noivos ainda são desconhecidos, embora pretendentes não faltem. A exatos três meses para as eleições de outubro, todo mundo paquera com todo mundo, mas ninguém tem compromisso sério com ninguém. Há temor dos partidos quanto ao comportamento do eleitor. Depois de tantas denúncias da Lava-Jato, ele pode estar mais criterioso na hora de votar, ou até mais desinteressado da política, o que é sempre um risco e um prejuízo para sociedade. Porque embora a revolta seja generalizada, nem todos os políticos são iguais. Somada a isso, a minirreforma eleitoral bagunçou ainda mais o jogo. A campanha terá apenas 45 dias. Os recursos são limitados. A desconfiança é geral. A previsão é que este pleito tenha o maior número de candidatos cassados de todos os tempos. Com tantas dúvidas e quase nada de certezas, até agosto, a ordem é esperar, conversar com todo mundo, analisar as pesquisas e torcer para o vento virar.

* * *

Parada Segura A vereadora Natália Petry (PMDB) agendou para o dia 27 reunião entre representantes do Comdim e da Canarinho. O objetivo é debater o projeto da parlamentar que cria o Parada Segura, determinando horários, à noite, para que os motoristas parem, não saindo do trajeto, onde mulheres e idosos solicitarem.

* * *

Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Fundação Logosófica Prefeito Dieter Janssen (PP) participou ontem da inauguração das instalações da Fundação Logosófica de Jaraguá do Sul. Na foto, Dieter conversa com membro da fundação, João Iamin.

* * *

Parque em Três Rios A Prefeitura já tem pronto o projeto do Parque Ambiental Distrito de Inovação. A estrutura reúne em seu entorno o Centro de Inovação, o Centro Up!, aceleradora de empresas, e o  Senai. A área prevista para o parque é de 200 mil m², sendo 160 mil m² de mata atlântica preservada no bairro Três Rios do Sul. A proposta prevê estacionamento, guarita, bicicletários, lanchonetes, banheiros, lago, pistas de caminhada e de bicicletas, quadra poliesportiva e de futebol de areia, áreas de recreação, academias ao ar livre, parque, churrasqueira, concha acústica, além de outras atrações como bosques, trilhas, mirante, viveiro e espaço para educação ambiental.

* * *

Fundação PMDB O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e deputado estadual licenciado, Carlos Chiodini, assume, hoje, a presidência da Fundação Ulysses Guimarães de Santa Catarina (FUG/SC). O ato será realizado no auditório Antonieta de Barros da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), em Florianópolis, das 9 às 17 horas, durante a abertura do curso “Eleições Municipais: Saber Para Vencer”.

* * *

Usina Na próxima quarta-feira, representantes do Colegiado da Defesa Civil da Amvali, do Ministério Público de Santa Catarina, da Celesc e o prefeito de Schroeder, Osvaldo Jurck, participam de reunião para discutir sobre a situação das condições estruturais da Usina Hidrelétrica do Bracinho. “Queremos mais informações sobre as condições da Usina, que é concessão da Celesc, e ter acesso a mais dados, principalmente, em relação as questões de segurança”, diz o prefeito.

* * *

Ávila mais perto de cumprir pena Em julgamento esta semana, o desembargador federal Leandro Paulsen repassou para a 1ª instância – justiça local-, a responsabilidade de cobrar a execução da pena a qual o vereador José de Ávila (PSC) foi condenado por venda ilegal de medicamentos. São três anos e meio de prisão, substituídos por prestação de serviços comunitários. Porém, com isso, Ávila fica mais perto de perder o mandato na Câmara, pelo que prevê o Regimento Interno da Casa. Na decisão, o magistrado ressaltou decisão do STF: “a presunção de inocência não impede a execução provisória da pena”.

* * *

eleicoes 2016 • Carione Pavanello se desincompatibilizou e pretende concorrer a uma vaga na Câmara de Vereadores pelo PSD. Se voltar, diz que vai dar o que falar. • Lançado pré-candidato à Prefeitura de Guaramirim pelo PR, o médico Paulo Veloso diz que seu plano de governo terá como prioridade número um a educação. • Veloso lembra que o fato de Lauro Fröhlich (PSD) não ter tirado a escola modelo do papel foi uma das principais motivações para o seu afastamento do Paço, há quase três anos. • Veloso ainda recebe o salário de vice-prefeito, porém, diz que todo o valor é revertido para comunidade. Segundo ele, o montante serve para custear projetos comunitários e também as cirurgias que faz sem custos aos cofres públicos. • Sobre alianças, o PR diz que agora é hora de conversar, gastar saliva e montar um bom plano de governo. • O PMDB de Corupá pode ceder a cabeça de chapa para o PSDB de Loriano Rogério da Costa, o Kutsha, atual vice de Tamanini. Isso porque a tentativa de hegemonia do PMDB na região tem incomodado os outros partidos.