A indefinição do tabuleiro eleitoral em tese deveria ser clareada neste fim de semana, quando PP e PSDB realizam suas convenções. Os pepistas escolheram Florianópolis, hoje, e os tucanos Joinville, onde pretendem reunir de duas a três mil pessoas, no domingo.

Porém, o mistério ainda pode persistir até o próximo dia 5, fim do prazo previsto pela legislação. Peça central dessa engrenagem, o deputado federal Esperidião Amin reforça essa possibilidade ao ser questionado pela coluna por telefone, na sexta-feira (27), se a ata da convenção deste sábado será fechada, ou seja, decisão tomada: “nem tão fechada que pareça encerrada; e nem tão aberta que pareça indefinida”, brincou.

Amin esteve com Gelson Merisio diversas vezes nos últimos dias. As últimas conversas irritaram Merisio, que também nesta sexta chegou a dar como encerradas as negociações com o ex-governador. Amin não está disposto a ceder.

Impulsionado pelas pesquisas, acredita que esse é um bom momento para voltar ao poder, sobretudo por não estar envolvido em nenhum episódio da Lava Jato, e por ter seguido uma linha criteriosa nas votações contra o presidente Michel Temer. A chapa que se desenha é com Jean Kleinübing de vice.

Nos bastidores também cogita-se a possibilidade de uma virada de mesa. Como cada vez fica mais claro que o PSDB irá bancar a candidatura de Paulo Bauer, se especula se Amin não estaria ganhando tempo para tentar levar os pepistas para o ninho.

O ex-governador defendeu diversas vezes a candidatura do senador e tem ressaltado que esse é o desejo de Jorge Bornhausen. “Eu não teria problema nenhum. Ele (Paulo Bauer) já foi nosso candidato em 2014”, disse Amin esta semana em entrevista ao jornal “Notícias do Dia”.

Pelos lados do PSDB, as correntes internas se movimentam. Mas é praticamente consenso que não há mais espaço para recuo. O próprio presidente da sigla, o deputado Marcos Vieira, um aliado do MDB, tem dito que a candidatura de Paulo Bauer é irreversível. O desfecho pré-eleitoral em Santa Catarina vai ficando a cada dia mais tenso e dramático. Definitivamente, não é para amadores.

Táxis com acessibilidade

Os vereadores de Jaraguá do Sul aprovaram indicação de autoria de Ronaldo Magal (PSD) que sugere à Prefeitura a concessão de uma contrapartida aos taxistas que adaptarem seus veículos para oferecer acessibilidade aos clientes com deficiência física ou motora.

A sugestão é que a contrapartida seja incluída na regulamentação do serviço de táxi do município. "Guaramirim, Pomerode e Blumenau já tem, Jaraguá do Sul não tem [táxi com acessibilidade]", apontou o vereador, na tribuna.

Repercutiu

Reportagem da repórter Verônica Lemus sobre a moção de repúdio aprovada pela Câmara de Vereadores de Guaramirim contra a discussão sobre a descriminalização do aborto, travada no Supremo Tribunal Federal, repercutiu.

As opiniões são divididas. Mas uma observação, em especial, merece destaque. Os vereadores poderiam incentivar também um amplo debate sobre o abandono a que milhares de crianças são vítimas, principalmente, por parte dos pais.

Na andança

Buscando espraiar o seu raio de apoio, o ex-prefeito Dieter Janssen (PP) se reuniu com vereadores de Barra do Sul e lideranças do município. Dieter será confirmado neste sábado como pré-candidato a deputado estadual.

Buscando a reeleição

Vicente Caropreso também será confirmado como candidato neste fim de semana. O médico cardiologista irá buscar a reeleição á Assembleia Legislativa.

Enquanto isso, no PSD

Raimundo Colombo ainda tenta contornar a situação com o PP. Mas, quem pergunta aos aliados de Merisio se há chance de ele recuar e aceitar ser vice de Amin escuta um não como resposta. Foi exatamente em uma situação como essa que Merisio se afastou da política por mais de uma década.

Ele era um dos mais jovens vereadores de Xanxerê, virou presidente da Câmara e era um dos bem cotados para se tornar prefeito. Não conseguiu a indicação do partido e decidiu tocar os negócios da família.

 

Internet para todos

Jaraguá do Sul está inscrita no “Programa Internet para Todos”. O programa estava parado por causa de uma ação judicial que agora foi resolvida. A informação é do vereador Eugênio Juraszek (PP). “Aguardamos para que, em breve, o programa atenda nosso município, com internet na área rural”, comemorou o parlamentar.

Rápidas

  1. Anderson Kassner (PP) defende ideia da Avevi, para que as diversas entidades da região se unam para formatar uma lista comum de reivindicações que será apresentada aos candidatos.
  2. O prefeito Antídio Lunelli volta à plenária da Acijs na próxima segunda-feira. Irá falar sobre as medidas adotadas para diminuir a burocracia.
  3. Secretário Eduardo Bertoldi (MDB) mostra fôlego de quem quer ir às urnas. Tem resolvido uma série de questões que até então pareciam sem solução na administração municipal.

Quer receber as notícias no WhatsApp?