Aliados de Jeferson avaliam impactos

Colunistas

Por: Patricia Moraes

terça-feira, 04:00 - 28/06/2016

Patricia Moraes
Desde a divulgação na sexta-feira das mensagens de WhatsApp nas quais supostamente o vereador Jeferson Oliveira (PSD) estaria cobrando uma espécie de taxa, ou propina, sobre os patrocínios do Juventus, o trabalho tem sido para avaliar os impactos que as denúncias feitas pelo ex-gerente do clube, José Pereira, tiveram sobre o parlamentar e seus aliados, que estão na oposição ao governo Dieter Janssen (PP). Ontem pela manhã, participaram de uma reunião a portas fechadas na Câmara, além de Jeferson, Jair Pedri (PSD), Arlindo Rincos (PSD) e Jocimar Lima (PSDC). A estratégia é desmentir as acusações, mas o fato é que os estragos a três meses das eleições são difíceis de serem calculados. Nos bastidores, o grupo também tem blindado o presidente José de Ávila (PSC), condenado em segunda instância por venda ilegal de medicamento, evitando a abertura de uma Comissão Processante, e o próprio Jocimar, acusado por uma ex-assessora de ficar com parte do salário dela. São tristes tempos para Câmara essa atual legislatura, carente de bons e profundos debates e tão repleta de suspeitas e baixarias.

* * *

Audiência sobre os trens Atendendo requerimento da vereadora Natália Petry (PMDB), a Câmara de Vereadores realiza amanhã, às 19h, na Câmara, audiência pública para debater alternativas para minimizar os impactos que a passagem dos trens causa aos moradores de Jaraguá do Sul. Além de vereadores e representantes do Executivo, devem participar entidades como Acijs, CDL, OAB e a própria ALL. Autor de projeto de lei que proíbe a circulação dos trens em horários de pico em Joinville, Odir Nunes (PSD) confirmou presença.

* * *

IMG_2302 Espaço inaugurado O prefeito Dieter Janssen (PP) inaugurou no sábado o Centro de Esportes e Artes Unificados (CEU) da Vila Lenzi. A estrutura foi batizada em homenagem ao Mestre Manequinha (in memoriam), representado na solenidade pela filha Maria Beatriz Rosa. O espaço para promoção de esporte, cultura e formação ao mercado de trabalho recebeu investimento de R$ 1,4 milhão do governo federal. Ao município coube a responsabilidade pela execução da obra e agora pela manutenção e gestão.

* * *

Quanto vale um voto Se as limitações de investimento na campanha prometem agitar a Justiça Eleitoral este ano com denúncias de abusos e ilegalidades, os favores e falsas bondades também precisam ser julgados. A doação de cestas básicas, remédios, tênis e até dinheiro tem sido uma realidade nos últimos pleitos eleitorais em Jaraguá do Sul e explicam em parte alguns resultados.

* * *

Orçamento da Schützen Segundo o presidente da Fundação Cultural de Jaraguá do Sul, Sidnei Lopes, o orçamento da Schützenfest deste ano está estimado em torno de R$ 890 mil, dinheiro que já está garantido. O valor inclui o superávit da festa do ano passado - cerca de R$ R$ 242,5 mil -, e a previsão de receitas da festa deste ano com a locação dos espaços para venda de alimentação e bebidas. Com esses R$ 890 mil, é possível fazer uma festa “bem pé no chão” e dentro da realidade da cidade, sem mexer no orçamento da Prefeitura, diz Sidnei. Porém, há projeto para captação de recursos via Lei Rouanet para o pagamento das bandas e grupos folclóricos no valor de R$ 250 mil. E também para o Fundo de Turismo de Santa Catarina, no valor de R$ 217 mil, para pagamento de infraestrutura, segurança e limpeza.

* * *

Dieter e Caropreso com Colombo O prefeito Dieter Janssen (PP) e o deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) se reúnem hoje com o governador Raimundo Colombo (PSD). A expectativa é que Colombo libere R$ 5 milhões para término das obras do Hospital São José e confirme a vinda ao município para assinatura da ordem de serviço para duplicação do trecho urbano da BR-280. Em conversa com o deputado na semana passada, o governador também prometeu interceder na solicitação do Hospital Jaraguá de empréstimo junto ao BNDES para readequar a dívida da estrutura, que ultrapassa os R$ 20 milhões.

* * *

Macadame Processo contra o prefeito Mario Fernando Reinke (PSDB) e Armindo Sesar Tassi (PMDB), por suposto abuso de poder econômico e utilização da máquina pública para captação ilícita de votos em 2012, deve voltar à pauta do TRE nesta semana. A denúncia é por distribuição ilegal de macadame. Pré-candidato à Prefeitura pelo PMDB, Tassi, se condenado, ficará impedido de concorrer.

* * *

Pré-candidatura Maria Lucia da Silva Richard confirma sua pré-candidatura à Prefeitura de Guaramirim pelo PSC. Maria é professora e foi a 1ª vereadora mulher eleita no município. Também já foi secretária de Educação no governo de Antonio Zimmermann.

* * *

Separar o joio do trigo Procurado pela coluna, o vereador Eugênio Juraszek (PP) lamentou o escândalo envolvendo Jeferson Oliveira (PSD), mas disse que é preciso que as máscaras caiam para que os eleitores possam fazer uma limpeza na política, valorizando quem realmente trabalha. Já outro parlamentar, que não quis se identificar, diz que o julgamento caberá à sociedade. Mas lembra que José de Ávila, preso em 2010, foi reeleito em 2012. “Assim como tem um monte de político sem vergonha, tem um monte de eleitor que não presta”, lamentou.

* * *

Eleições 2012 Há quatro anos atrás, no dia 27 de junho de 2012, era anunciado com foguetório o Frentão PP, PMDB, DEM, PCdoB, PT, PMN e PHS. Agora, a menos de três meses para as eleições de 2016, não há ainda nenhuma aliança formada.
×