A pesquisa Methodus

Colunistas

Por: Patricia Moraes

quarta-feira, 04:00 - 21/09/2016

Patricia Moraes
A coligação de Jair Pedri (PSD) tentou judicialmente ter acesso à documentação referente à pesquisa eleitoral feita pelo Instituto Methodus para o OCP bem como seu resultado antecipado. O pedido foi negado pela Justiça que assinalou que o levantamento seguiu todos os requisitos legais. O fato é que a pesquisa retrata o momento da campanha – não é uma antecipação do resultado da eleição – e tradicionalmente é criticada por apoiadores dos candidatos que estão atrás na disputa. O que é inaceitável é que alguns cabos eleitorais inventem mentiras que facilmente podem ser rastreadas. A internet não é terra sem lei. linha flecha Hospital negocia dívida de R$ 327 mil com a Receita A Prefeitura de Guaramirim deve encaminhar nessa semana à Receita Federal de Santa Catarina o pedido de parcelamento de débito acumulado entre maio de 2010 e dezembro de 2013 do Hospital Santo Antônio. A dívida de R$ 327.398,48 é resultado da não declaração de tributos federais no período. De acordo com a atual gestora da unidade, Camila Orsi, com a solicitação poderá ser feita a negociação da dívida, com a divisão do valor em parcelas. O projeto para pagamento foi sancionado em forma de lei e aprovado na Câmara de Vereadores. Na situação de devedor com a Receita Federal, a Prefeitura pode ter repasses federais cancelados. O débito foi identificado somente no fim de 2015, quando a Receita Federal fez a atualização do cruzamento de dados. As parcelas serão quitadas com recursos do próprio Hospital Santo Antônio, que recebe cerca de R$ 800 mil mensais da Prefeitura para manutenção da unidade. “Ainda não sabemos se o orçamento mensal será comprometido, dependemos da definição da Receita. Mas, se for acima, vamos precisar pedir acréscimo dos repasses”, admite Camila. linha flecha Hospital no debate A gestão do Hospital Santo Antonio é um dos assuntos de destaque na campanha eleitoral em Guaramirim. A promessa dos concorrentes é reabrir a maternidade, fechada em 2013 e avaliar a possibilidade de voltar a terceirizar a administração. Do montante repassado hoje pelo Município, cerca de R$ 350 mil são destinados para o pagamento da folha de funcionários, mais aproximadamente R$ 200 mil para honorários médicos. Gastos com medicamentos, manutenção do prédio, ambulatório e materiais de almoxarifado tomam a outra parte do recurso. linha flecha Eleição estratégica A pesquisa divulgada pelo OCP também foi um dos principais assuntos entre as lideranças do PMDB que visitaram a região ontem. O vice-governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira, avalia a eleição em Jaraguá do Sul como estratégica para o partido. Ele ressaltou a composição costurada no município com o PP. Moreira também aproveitou para elogiar a capacidade de Carlos Chiodini e disse, inclusive, que acredita na possibilidade do jaraguaense no futuro comandar o Estado. Seria o primeiro governador de Jaraguá do Sul. Sobre a eleição de 2018, Moreira argumentou que política é momento, mas  afirmou que acredita que Mauro Mariani está construindo bases sólidas para ser indicado para disputa ao Palácio Barriga Verde. linha flecha
Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Caravana do 15 Carlos Chiodini, Pinho Moreira, Antídio Lunelli, Udo Wagner e Mauro Mariani ontem em clima de otimismo com a divulgação da pesquisa Methodus que apontou vantagem da dobradinha PMDB/PP em Jaraguá do Sul. linha flecha Pesquisa Na visão do candidato Antídio Lunelli, a pesquisa Methodus revela o que as ruas estão dizendo. Apesar disso, diz que é hora de intensificar a busca por votos e mostrar as propostas para Jaraguá do Sul. linha flecha Tiro no alvo A Fundação Cultural conseguiu levantar R$ 170 mil com a locação dos espaços destinados à Praça de Alimentação da Schützenfest. O valor supera em R$ 53 mil o arrecadado no ano passado.  A previsão é que pela primeira vez, aproveitando o superávit de R$ 300 mil da edição anterior, a festa seja autossustentável, isso incluindo o repasse de R$ 20 mil que será feito para cada uma das 15 sociedades de tiro.   linha flecha Maior controle O Centro de Apoio Operacional da Moralidade Administrativa (CMA), do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), encaminhou aos promotores de Justiça uma proposta de ofício para ser enviado aos candidatos à prefeitura dos municípios catarinenses para que seja incluído em seus programas de governo o fortalecimento das unidades municipais de controle interno. A intenção é destacar a temática do fortalecimento das controladorias municipais, de modo a conscientizar o cidadão eleitor a respeito da relevância destes órgãos fundamentais de combate à corrupção.  
×