Alguns ‘gatos pingados’ das redes sociais fizeram lembrar que 28 de agosto, comemorou-se o Dia Nacional do Voluntariado. Confesso que imaginava uma enxurrada de posts e mensagens incentivando e enaltecendo a força e nobreza do voluntariado. Imaginava, também, que o potencial de influência e alcance das redes sociais pudesse ser o canal provedor e estimulador das ações voluntárias. A verdade é que ainda não me ‘caiu a ficha’ de que nesse ambiente, o que é bom não gera audiência, não viraliza.

Óbvio que audiência de voluntariado nunca suplantaria a de uma pastora Flordelis. Então, o que constatei ontem, foi uma autêntica demonstração de que as redes sociais se alimentam, notadamente, de futilidades e conteúdos torpes. Embora Jaraguá do Sul seja diferenciada por seu padrão elevado de sociedade organizada, colaborativa e solidária, penso que disseminar o senso do voluntariado às novas gerações é uma forma sábia de nutrir a virtude cívica. As redes sociais poderiam reverberar essa mensagem, mas não fazem.

Por outro lado, o que importa, e o que move a iniciativa e ação voluntária, está muito além das redes sociais. O compromisso livremente assumido por voluntários, é a nobre forma de estimular a cidadania, o envolvimento comunitário, a elevação do potencial humano, a qualidade de vida, a solidariedade e a compaixão, visando uma sociedade mais evoluída.

Portanto, guiado por sua sabedoria, o voluntário não espera estímulos, ele é o estímulo. Não aspira reconhecimento, ele é quem reconhece o próximo. Não deseja apoio, ele é o apoio. Não conta com recursos, ele é o recurso. Não almeja holofotes, ele é a luz. Sociedades que ascendem a padrões diferenciados de coexistência, são as que melhor assimilam a ideia de que não há dicotomia entre homem e sociedade, já que estes se constroem, se complementam e se desenvolvem mutuamente.

É esta lucidez que move e orienta um voluntário. Ele sabe que a coexistência colaborativa gera uma força poderosa que a todos impacta. Faça parte dessa ideia. Seja um voluntário. Contribua para um mundo melhor.