Não conheço Simone Ferraz pessoalmente. Nunca presenciei um treino ou uma corrida sua. Tenho acompanhado, atentamente, sua trajetória em nossa mídia local. No entanto, o que conheço nela, é a dor da exaustão para reduzir, gradativamente, aquele capital segundo, ou fração de segundo. Não me refiro a dor de lesão, mas aquela do custo da superação. Aquela dor que fala com sua consciência, “você consegue melhorar, e não irá morrer por isso, no máximo um vômito”.

Só um pequeno parêntesis: meu brother e Professor José Augusto Caglioni, há 40 anos, me ensinou a correr 3 mil metros. Conquistei algumas poucas medalhas nas competições estaduais do SESI. Nos treinos, ele me deixou uma mensagem que levo para a vida, e acho que ele nem lembra disso, por conta da idade, embora seus cabelos continuem ‘mimeticamente’ pretos: “guri, se você quiser ganhar, terá que correr contra você mesmo”. Mesmo que eu não conheça Simone pessoalmente, consigo entender o quanto ela tem corrido contra ela mesma para chegar onde chegou.

Simone conquistou o mundo porque, em essência, se tornou especialista em ignorar obstáculos. Não tenho dúvidas que foram incontáveis topadas até cruzar a linha da marca olímpica. Mas ela sabe que “a vida é para quem topa qualquer parada, e não para quem para em qualquer topada” como bem sintetizou Bob Marley. Então, se tenha sido por incúria de Zeus, ou por destemor de Prometeu, o fato é que Jaraguá tem, orgulhosamente, uma destemida representante nas Olimpíadas de Tokyo.

Doravante, brava Simone, seja por benevolência dos deuses do Olimpo, seja pela competência e estrutura de seus treinamentos, seja por sua própria determinação e disciplina, a ‘mitológica faísca do sol,’ iluminará de forma triunfal suas passadas vindouras. Para mim, você já está coroada, por instigar em cada um de nós, o “senso de olimpismo”, norteado pelos princípios da amizade, respeito, solidariedade, igualdade, excelência, determinação, coragem, inspiração e glória. Mas também sei que você é incansável. Então, “citius, altius et fortius” (mais rápido, mais alto e mais forte).