Prezado leitor, na condição de veículo de informação mais longevo do estado de Santa Catarina, hoje completamos 99 anos de fundação. Por estarmos em processo de resgate das edições 1919 e 1920, exibimos com exclusividade para você, tal qual certidão de nascimento, a histórica edição de 7 de maio de 1921, já em seu terceiro ano de atividade.

Só para situá-lo ao tempo, o mundo ganhava naquele ano a famosa obra cubista “Os três Músicos”, do genial Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso, ou simplesmente Picasso. Mao Tse-tung fundava o partido comunista chinês e Hitler se tornava presidente do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães. Por aqui, o governo de Epitácio Pessoa, instituía a insana Lei 4.269 que cerceava a liberdade de expressão e amordaçava a imprensa.

O terceiro aniversário do OCP

Conhecer o passado nos permite entender o presente. Ao ler este histórico editorial, alusivo ao terceiro ano de fundação do OCP, você leitor, compreenderá porque estamos comemorando hoje 99 anos. Perceberá que fazer jornal demandava, e demanda, extrema resistência, idealismo, competência e compromisso coletivo.

A derrocada do ouro negro brasileiro

Esta matéria analítica da época, acompanhada de estatística, dava conta da depressão econômica, sofrida ao longo de pouco mais de uma década, envolvendo o mercado internacional da borracha. Percebe-se que enquanto o Brasil manteve-se estagnado no processo de extração, a Inglaterra, apropriando-se estrategicamente da extração asiática, dominou o mercado mundial. Deduz-se, pelo teor da matéria, que dormir no ponto já era de praxe tupiniquim.

O aristocrático Hotel Central

O único, luxuoso e imponente hotel da cidade tinha por capricho tornar público o movimento dos nobres que ali se hospedavam. Quem sabe você possa identificar algum antepassado.

Um anúncio de dar água na boca

Atlântica era o nome de uma importante cervejaria fundada em 1901 por Arthur Iwersen, em Curitiba – PR. Produzia cerveja clara e bock e era indicada para períodos frios. Suas marcas preferenciais da época eram: Âncora, Atlântica, Iguaçú, Curitybana Kosmos e Imperial pilsen. A Brahma viria adquirir suas instalações em 1942, criando aí a sua filial paranaense.