Revelado pelo Figueirense em 2003, guiado pela deusa Vitória, o atleta jaraguaense Filipe Luís conquistou e dominou com maestria a lateral esquerda do futebol mundial. Hoje, o multicampeão de futebol é um retrato fiel do perfil que identifica sua própria Jaraguá. Dentro de campo faz questão de transferir o protagonismo aos craques. No entanto, aos olhos atentos e conhecedores do futebol, sua técnica, disciplina, dedicação e sabedoria o fazem protagonista mesmo não querendo ser.

Oportuno então salientar que, o orgulho de Jaraguá não se esgota nos títulos e gols do atleta, mas, sobretudo, em sua qualidade profissional e como cidadão. É notório que o futebol tenha ocupado um lugar de destaque na imprensa global. Por conseguinte, cabe à sociedade, refletir acerca de conceitos como ética, moral, cidadania, justiça, preconceito, inclusão social e democracia.

É importante considerar que o futebol é um fenômeno social, cuja relação entre torcedor, jogador e cidadão, vem se mostrando cada vez mais próxima. Isso nos remete a uma pertinente indagação: que padrão de profissional vem se formando dentro dos gramados, como exemplo a ser propagado às gerações vindouras?

Se ainda não temos segurança da resposta, pelo menos temos uma referência ideal. Que nosso atleta Filipe Luís continue, com a serenidade que lhe é peculiar, conduzindo sua carreira como profissional cidadão, cônscio de sua realidade e de seu papel na sociedade, como sempre tem feito, e digno de todo sucesso.