Sim, eu sei, tempo é sinônimo de vida e vice-versa. O danoso é que o tempo vai batendo o seu tique-taque e mais das vezes não nos damos conta... É preciso acordar. Não se brinca com o tempo. Uma pergunta. Você é jovem? Se é jovem, é bom não esquecer de não brincar com o tempo, jovens não podem brincar com o tempo, vão se arrepender. Outra pergunta: - você já tem idade? Se já tem idade o conselho/lembrança é outro: brinque mais, solte-se, aproveite o tempo... Faço essas divagações depois de ler uma manchete de jornal. Dizia assim a tal manchete, vinda de São Paulo: - “Fulano de Tal (um iatista) pensa em Tóquio”. Ele pensa na Olimpíada de Tóquio, é isso. A Olimpíada, você sabe, será em 2020... Muito pouco tempo até lá, pouquíssimo, para quem deseja vencer ou fazer boa participação... É o tempo. Esse tempo, de hoje até 2020, para muita gente não existe, as pessoas acham que é um tempão, que falta muito... Só pensam assim os que não têm um plano na cabeça, um sonho, um objetivo, uma fúria de conquista. Quando disse que os jovens não devem brincar com o tempo é porque o que mais vemos são jovens jogando tempo fora, muitos “encorajados” pelos pais: - “Ah, são muito jovens, têm muito tempo pela frente”!... Mesmo tipo de pensamento dos vagabundos de sala de aula ao inicio do ano letivo, – “Ah, tenho o ano todo pela frente, se não estudar agora dá tempo depois de recuperar”... Não vai dar, vadio, vadia. Começar cedo, não jogar tempo fora vai produzir logo adiante uma formidável vantagem, sobrará mais tempo para a pessoa então descansar, pegar mais leve. Aliás, vale para as finanças da maioria dos nossos “velhos”, descuidaram-se na mocidade, acreditaram em Papai Noel e... hoje estão com a corda no pescoço. Os jovens precisam ler essas lições de vida que são passadas mais ou menos sem ruídos mas com descompassadas batidas de coração em quem foi negligente. Tempo é dinheiro, dizem os americanos. Tempo é vida, prefiro dizer, mas vida inteligente, o que na Terra é para poucos, posto que seja potencialmente para todos. Enfim, você escolhe: brincar agora, enquanto jovem, ou folgar mais tarde, quando “velho”? E os pais o que dizem em casa? – “Nada, Prates”. Eu sei... GENTILEZAS Gosto de ouvir pessoas sobre suas condições no trabalho. Faz tempo que ouço de pessoas sensíveis, educadas, que você parece ofender um colega, ele ou ela, quando é gentil, quando faz um agrado, quando dá um presentinho fora de hora... Pura verdade. Mas a inferência que faço é que essas pessoas “grossas” se ofendem inconscientemente com as gentilezas alheias. É como que um sentimento de vergonha inconsciente, afinal, a outra pessoa é educada e ela, a agraciada, não... Deve ser isso. Pelo sim e pelo não, pense muito antes de “mimar” alguém entre os colegas, pode estar mimando uma cobra... FALTA DIZER Nenhum político será ladrão do dinheiro público se a mulher dele não disser sim. Sem essa de ela não sabia, sabia sim... Aliás, os grandes golpes são pensados, discutidos na cama... Canalhas.