Muita conversa inútil, muita perda de tempo e a vida passando. Vamos ao que interessa. Você está bem de saúde? E as pessoas de quem você gosta também estão? Então, amiga/o, o mais é secundário. Absolutamente secundário. E nem vou descer aos porões escuros da verdade para dizer que só nos damos conta da felicidade quando a perdemos ou a estamos por perder, casos que envolvem, por exemplo, a saúde... Quase todos os dias, vejo pessoas, jovens e velhos, saindo de uma academia de ginástica em Florianópolis, aquelas figuras do pano molhado no pescoço, garrafa de mineral numa das mãos, suor na testa, bermudas, calções, tênis e... uma cara de poucos amigos com a vida. Foram fazer o quê na academia para dela sair com aquelas caras? Essas pessoas vão em busca de saúde, de bom condicionamento físico... Será que os vão encontrar? Se for assim, nunca na vida. Acabei de saber desta notícia: - “Estado lança campanha para prevenir doenças”. O programa visa a prevenir especialmente aquelas doenças mais agressivas, onerosas para o bolso e de difícil cura. Interessante a proposta do Governo do Estado, mas... A saúde humana depende de algumas condições muito objetivas e algumas outras absolutamente desconhecidas até agora, afinal, o ser humano não é uma equação matemática e ainda não se conhece, está longe disso. Sabe-se, por exemplo, que a herança genética para a saúde e a longevidade faz parte do jogo, mas não decide o jogo. Sabe-se que uma boa e equilibrada alimentação garante-nos até certo ponto boa saúde... Até certo ponto, eu disse. De outro modo, os que vivem comendo alface não adoeceriam nem morreriam. Boa alimentação faz parte, nisso o Governo pode ajudar. Faz parte também da boa saúde o condicionamento físico, afinal, somos bichos de movimento, mas... O fundamental não tem sido discutido como se deve ou devia. E o que é esse fundamental? A cabeça. O sujeito pode viver numa academia de ginástica, comer como uma noviça de convento, pode dispor dos melhores fortificantes, tudo, mas se não tiver boa cabeça, babaus. Boa cabeça é para poucos, bem poucos. Cabeça equilibrada, que não se desatina por qualquer tolice, cabeça que sabe pensar bem, cabeça alinhada com os melhores horizontes da paz, ah, essa cabeça terá saúde e assim o corpo que ela administra. O mais é estúpida perda de tempo. E quem não quiser perder a saúde que vigie muito bem a cabeça. Nossa Vida e Saúde é a cabeça. Ou ela ou nada feito! MEDO Diz-me uma amiga: - Ai, Prates, o medo me trava, vivo com medo! Respondo a ela que o medo não passa de pensamentos, trabalhados esses pensamentos, postos a correr, pronto, lá se foi o medo com eles. E isso sem falar que, como disse o cangaceiro Lampião, quem tem medo se enterra vivo, e coragem se aprende. Vai que é tua, guria! FALTA DIZER Já disse isso para mim, agora digo para você: - Se você fosse filmada/o durante um dia inteiro e depois visse as imagens do que fez, duvido que não mudasse de vida, duvido. Caso sério!