Li uma manchete, faz pouco, e fiquei pensando... Como é que se traduz essa manchete? Vou repassá-la para você e dar-lhe 10 segundos para pensar na resposta. Depois de sua resposta, vou dizer o que penso.

A manchete vem do Ministério da Saúde e diz assim: - “Brasileiros estão praticando mais atos saudáveis”. O que são atos saudáveis? Aqui a primeira questão, a questão básica: o que são atos saudáveis... Alguém pode dizer, ah, comer comida balanceada, não consumir drogas, fazer exercícios físicos, ir à academia... Será isso praticar atos saudáveis? Sim e não. Então, vamos ao que penso.

Atos saudáveis começam na cabeça e não saem da cabeça, das boas cabeças. Sem isso, nada feito. De nada adianta ir à academia, suar, extenuar-se, bancar o “desavisado”, a “desinformada” e... Não mudar a cabeça. Aliás, sobre essa questão de exercitar o corpo, ir à academia, é bom lembrar que os jovens não fazem esses exercícios visando à saúde. Fazem “exclusivamente” para tornear o corpo. Os machinhos querem ficar marombados, acham que isso lhes vai conferir admirações, invejas e desejos nas mulheres. Coitados.

E os “mais velhos” que andam por aí se exercitando ou indo à academia só o fazem porque já levaram um tropeção na saúde. Não fosse assim, teriam se mexido desde cedo. Os jovens querem corpos “fortes” (fortes na aparência, só...) e elas querem ser Miss Mundo. Coitadas. O exercício de que precisam é a leitura... Com a cabeça sem nada, depois não se queixem dos divórcios por que vão passar na vida.

Atos saudáveis são pensamentos limpos, elevados; atos saudáveis vêm do exercício diário dos princípios da Educação Moral e Cívica, as boas ações vêm dos trilhos da decência. Quem for regido por esses princípios será pessoa equilibrada e pessoas equilibradas costumam ser saudáveis. – Ah, quase esqueço. Dia destes, também o Ministério da Saúde fez-nos saber que os jovens estão entrando na vida sexual sem qualquer prudência. Ué, não são tão espertos, tão modernos e “digitais”? E como é que para a iniciação sexual são broncos, como se explica?

Fácil de explicar: os fraldinhas não querem saber de camisinhas e as gurias não têm força nem respeito próprio para dizer não a eles... Dá nisso que anda por aí, infecções por doenças sexualmente transmissíveis de modo singular na História. Resumindo, ou cabeça arejada ou não percam tempo em academias ou caminhadas inúteis...

 

Bíblia

As professoras sabem disso, de 10 crianças de escola, nove são insuportáveis. Por quê? Pela falta de educação caseira. Fazem o que bem entendem em qualquer lugar e na escola desaforam as professoras e ai delas que os tentem admoestar. Sugiro às professoras que no próximo encontro com os pais leiam os Provérbios 13, 24 da Bíblia – “Aquele que poupa a vara odeia seu filho, mas aquele que o ama tem o cuidado de discipliná-lo”. Reclamações para a caixa postal da Bíblia. Pais safados.

 

Proverbio

Outra vez a Bíblia. Provérbios 22:6 – “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”. Gostaria que esses pais modernos, ordinários, mais das vezes, contestassem o “Livro”... À vontade!

 

Falta dizer

Engraçado, as pessoas não aceitam o mau hálito, mas convivem bem com outro mau hálito, bah, péssimo... É o falar errado, o falar sem charme, sem educação, sem nada. Uma pessoa com boa pronúncia, vocabulário rico, adequado, frases bem alinhavadas, conteúdos elevados, produz admiração e aproximações. Quem não pode? Os vadios, os que subestimam a fala e usam os dedos para “falar”...