O povo é tonto e sem rumo em sua estonteante maioria, certo? Sim, mas não é bem assim. O povo é tonto no que não lhe interessa de imediato, os safados, por exemplo, mal iniciam um trabalho numa empresa e já buscam saber onde fica a Justiça do Trabalho, para isso não são tontos, são é safados, isso sim. O povo é tonto quando lhe convém, fora disso é espertíssimo. Vem do povo um velho ditado, um resumo do melhor da sabedoria coletiva. O ditado é este: - O barato sai caro. Nada mais verdadeiro. E agora, um fato. Eu vinha pela calçada quando um sujeito me pediu para tirar uma foto comigo. Comigo? Sim, contigo. Tirada a foto, iniciamos uma conversa, fiquei sabendo que o tal sujeito é técnico em refrigeração, instala aparelhos de ar refrigerado e faz limpezas periódicas dos aparelhos. Conversa vai, conversa vem, ele me disse que a crise está feia. E está feia muito mais pela concorrência desleal. O amigo me contou que há cursos de formação de técnicos em refrigeração que cobram R$ 200 reais pelo curso todo, os “formandos” saem dali sem saber nada ou muito, muito pouco. E esses “profissionais” entram no mercado cobrando preços impossíveis de serem enfrentados. Mas é claro, fazem o trabalho como a cara deles e os clientes só vão saber disso bem mais tarde. Disse ao meu “amigo” da calçada que esse é um processo de difícil controle, profissionais sem qualidade cobrando sem qualidade e deixando problemas para os clientes, problemas que às vezes nem mais corrigidos podem ser. Terminamos a conversa com um conselho, conselho que dou a todos os profissionais de “qualidade”: cobrem bem, cobrem bem mais que os que andam por aí rastejando seus preços. E isso vale para médicos, dentistas, cabeleireiros, vale para qualquer profissional. O trabalho é bem-feito? Acima da média? Cobre alto, bem mais, bem mais que os outros. Vai valer a pena para quem pagar por esse tipo de serviço, afinal, quem não sabe que o barato sai caro? Um profissional de alta competência não pode ser bonzinho, o trabalho dele vale bem mais que o dos os outros, então, ferro no cobrar. E vai valer a pena, o barato sai caro e um trabalho bem feito vale para muito tempo ou para o resto da vida. EXPERIÊNCIA Chineses têm uma praga especial para os seus inimigos: - “Tomara que tu construas uma casa! Sei bem disso. Mandei construir uma casa e na verdade construí três... Quase tudo teve que ser refeito. E nunca pensei em economizar em qualidade, mas de nada adiantou. Quando você não pode ver todos os detalhes e não conhece a “arte” do trabalho tem que confiar em quem o faz. Resultado? Desgosto e raiva. E todos saíam da obra com o dinheirinho no bolso na hora certa e dizendo que os trabalhos anteriores haviam sido malfeitos. Canalhas. Falta dizer Em Singapura quem cospe um chiclete no chão leva 10 chibatadas no lombo. Aqui, se dependesse de mim, eu mandaria dar 20 chibatadas no demônio que maltrata animais. Vinte não, 30...