Não sabem o que fazem

Colunistas

Por: Luiz Carlos Prates

quinta-feira, 04:00 - 03/03/2016

Luiz Carlos Prates
Santo Deus, há mulheres que não têm jeito. Só vieram para confundir as coisas, para elas e para as outras, e deixam o mundo bem mais difícil para as mulheres que querem ser cidadãs, crescer, serem, enfim, pessoas a serem respeitadas e boas companheiras para um eventual parceiro... Acabo de ler sobre um curso de “feminilidade” em São Paulo. O curso é um badalado e muito concorrido workshop para deixar as mulheres “mais mulheres”, pelo menos é o que dizem as criadoras do evento. Eu imagino... Nesses workshops são dadas aulas de dança, danças sensuais, daqueles tipos de dança que moças da noite sabem como ninguém fazer... Além das danças tem ainda maquiagem “especial” (eu imagino...) para elas ficaram no “ponto” e deixar os amantes em fogo... Mas, o pior de tudo, e só por isso estou nesta conversa, os cursos oferecem excelentes treinamentos em... Strip-tease. Santo Deus, strip-tease? Sim, strip-tease. E elas vão fazer esse strip-tease para quem? Para os babacas que vão pensar o tempo todo no ridículo delas fazendo aquele teatro de quem não se respeita na vida? Por que eles não fazem strip-tease com os mesmos rebolados? Claro que muitas que me ouvem vão me mandar longe e dar razão às levianas que não se respeitam. Uma mulher “Mulher” se respeita, tem ideias na cabeça, postura, modos educados, já nem digo finos, faz-se enfim conquistar e respeitar pela qualidade da personalidade e não pelos rebolados circenses diante de um pobre diabo que se fosse de fato homem não admitiria que a sua parceira se rebaixasse tanto... Ah, e se alguém estiver interessada em fazer um desses workshops têm que levantar cedo e entrar na fila, há uma turba de mulheres querendo fazê-los. Depois elas se vão queixar que os caras não as respeitam, que dão ou deram o fora sem nenhuma razão... Ora, claro que havia sobradas razões... É preciso dizer?

LEIA A COLUNA COMPLETA NA VERSÃO DIGITAL DO JORNAL O CORREIO DO POVO

×