Você deve ter notado que não há nada de novo. E não é de hoje, é desde Adão e Eva. De fato, não há nada de novo abaixo do sol, o que é já foi e o que foi será... Os fatos vão ali na esquina e voltam, voltam com outra roupa, outros nomes, mas... são sempre os mesmos.

Exemplo? Muito fácil. Dificilmente você vai encontrar um idoso endividado ou um casal de idosos endividado. Quando os idosos estão com dívidas altas a pagar, geralmente a culpa não é deles, é ou da ingenuidade deles ou da falta de poder para dizer não. Dizer não aos filhos e aos netos safados, ordinários, não raro, sem-vergonhas da pior espécie.

Acabei de ler, mais uma vez, bah, quantas vezes já li sobre isso... sobre idosos, milhões, endividados. – Ah, mas os idosos ganham pouco em suas aposentadorias ou pensões! Concordo, mas as dívidas dos idosos costumam ser por “ajudar” filhos e netos vagabundos que exploram ou a ingenuidade dos idosos ou mesmo os pressionam a “ajudar”. E o que querem esses jovens filhos ou netos? Ora, querem viajar, comprar bobagens, moto, carros, o diacho, nada de absolutamente necessário. E tenho dito à exaustão que os pais ou avós só devem ajudar filhos ou netos crescidos quando estes estiverem numa UTI hospitalar. Fora disso, por nenhuma outra razão.

Muitos dos filhos ou netos são procuradores dos idosos, têm documentos em seus nomes para retirar aposentadorias ou pensões, administrar mesmo o dinheiro deles. E nessa condição se aproveitam da fragilidade dos velhos. Safados. Conselho que dou? Só pode ser um: não ajudar, não entregar documentos a filhos desonestos ou netos ordinários, diga-se de passagem, a estupenda maioria, bah, estupenda é pouco...

A responsabilidade dos pais é educar os filhos, a responsabilidade dos filhos é respeitar e, quando preciso, ajudar incondicionalmente aos pais. Não é o que se vê. Ou porque os jovens não foram bem-educados ou porque são mesmo safados.

Ah, quase esquecia, jamais os pais ou avós idosos devem entregar cartões de crédito e senhas a quem não os merecer de modo absoluto. E não vamos longe, são poucos os maridos e mulheres que merecem essa confiança cega sobre contas bancárias e senhas entre eles, bem poucos, raros mesmo. Aviso dado. Como? Perdi meu tempo? Sim, eu imaginava, mas vou continuar insistindo.

Destino

Muito comum uma pessoa se estrepar na vida e alguém por perto dizer que foi destino. Prove que existe destino! O que mais existe é estupidez. A Record TV mostrou as imagens. Uma jovem mulher de moto, com uma menina de uns dois ou três anos na frente dela, a motoqueira usando chinelos de dedo e mexendo no celular, dirigindo com uma mão só. Pode isso? Pode, os estúpidos vivem fazendo parecido, depois se vão queixar do trânsito, da sorte ou do destino. Que se danem, mas não ponham crianças na parada. ordinários!

Lâmpadas

Que safadeza, mudaram as lâmpadas caseiras, criaram lâmpadas “modernas”, mas que vivem queimando por nada e eles ainda dizem que essas lâmpadas duram 8 mil horas. Que baita escândalo. E não apareceu um único macho em Brasília para bater na mesa e pedir explicações. Quem ganhou dinheiro, quanto e como... E essas lâmpadas modernas não iluminam nada. É preciso várias delas. Safados.

Falta dizer

Quando um cara acusado de um crime, crime bárbaro, como matar a mulher, é levado para a delegacia e ele não fala, nada diz, é culpado. Podem levá-lo lá para a salinha dos fundos, “aquela”. Quem não abre o bico quando acusado, é culpado. “Esperto” de uma figa.