Sim, mulheres, o poder está com vocês, mas vão ter que reagir, agir e reeducar as filhas.

Antes de ir adiante, me responda: o que é que faz a mulher ser a “segunda voz” na sociedade? Duas coisas: a maior força física dos homens, dos covardes impotentes, é claro, e a educação das meninas.

Juntas, essas duas realidades fazem da vida da mulher uma luta diária, pesada e, mais das vezes, perdida. E antes que alguma faça bico, não sou eu a dizer “segunda voz”, aquela lorota de Paraíso trouxe-nos essa história lúgubre, afinal, deus criou Adão à sua imagem e semelhança...

Mas Adão sentia-se sozinho e incompleto, deus então pegou um pedaço de costela do Adão, (costela é carne de segunda), fez um molde, soprou-lhe um espírito e... Puft, lá estava a mulher.

A mesma mulher que ia comer a maçã e infelicitar a humanidade por todos os tempos. Eu só quero agora que alguém me desminta, aliás, não a mim, mas a quem escreveu e passou adiante essa patranha.

Toda esta minha irritação, leitora, tem uma razão. Eu tenho mesmo um “espírito de porco”, como cresci ouvindo na minha infância. Não tendo o que fazer, quase sempre, fui procurar por alguma coisa para ler, ou me irritar. Acertei em cheio.

Peguei um livro que um dia me distribuíram de graça: “O Que a Bíblica Ensina”. À página 138 desse livro, lê-se: - “Ao cumprir seu papel, a esposa pode contribuir muito para o bem da família. As mulheres casadas devem - amar o marido, amar os filhos, ser ajuizadas, castas, operosas em casa, boas e sujeitar-se ao marido – (Tito 2: 4,5)”. Alguma dúvida, leitora?

Se alguém fizer beicinho, por favor, não o faça a mim, faça aos inventores dessa formidável lorota para aprisionar as mulheres. E essa prisão tem antes de tudo uma razão: as mulheres, comprovadamente, são superiores aos homens em todas as inteligências já mensuradas pela Psicologia.

Só não o são quando não foram educadas para isso ou por não gostarem de determinada ciência. Ora, com essa cabeça, mas sem força física, é claro que a mulher vai ser invejada e surrada pelos machos impotentes.

Reajam, mulheres, isso é possível com consciência e nariz empinado, desde o “primeiro dia” de uma relação. Amém!

Machista

Continuo olhando meus livros na estante e... Dou de cara com o “Dicionário Machista”, da formidável Salma Ferraz. Surrado, de tanto lê-lo.

À página 95, reencontro está pérola do Eclesiastes, um dos livros da Bíblia – “Toda maldade é pequena se comparada à maldade da mulher: que a sorte do pecador recaia sobre ela”.

Que refinados safados! Olhe o que inventaram! Aliás, quantas “apóstolas” você conhece?

Sugestão

A frase a seguir faz parte do conteúdo do livro – “Autocura através da Reconciliação”, da Malú Balona.

A frase é esta: - “O que cura é a mudança de postura”. Vivo dizendo isso.

Sem mudar pensamentos, valores, jeito de ser, é jogo perdido! São nossos modos azedos de pensar e viver que nos abalam a fisiologia interna, do resfriado ao câncer.

Não há remédio para o corpo de uma mente ressentida.

Falta dizer

Andas com medo, companheira/o? Esse medo, seja pelo que for, de nada adianta. O que adianta é a coragem, que é agir mesmo sob medo.

Seguir os ditames corretos para a boa saúde, melhorar a qualificação para o trabalho, selecionar melhor os “amigos”, preservar os valores morais, e acreditar no evangelho de Marcos 9: 23 – “Se tu podes crer (voto de coragem), tudo é possível ao que crê”. Avante, camaradas!

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul