Penso que todos já ouviram a frase milenar, aproveitada por Vinícius de Morais num de seus poemas, aquela que diz “que o amor seja eterno enquanto dure”. Muitos não engolem essa frase por não entendê-la. Antes de tudo, nada é eterno.

Não temos certeza de nada na vida, logo, viver o momento presente como se ele fosse eterno é um ato de inteligência, mas... É também um ato que visa a anestesiar a consciência. Sabemos que tudo passa, o que é já foi e o que foi será...

Será mas de outro modo, ainda que parecido, vivências semelhantes com nomes e endereços diferentes. Diante desse impasse, qual a saída? Seguir os versos do Vinicius, vivermos os nossos amores, gostos, paixões, prazeres, como se fossem eternos.

Não há saída. Tudo acaba, o bem e o mal acabam, mais cedo ou mais tarde. Se ficarmos com essa lembrança o tempo todo na cabeça, não haverá amor que nos satisfaça nem prazer que nos dê prazer. Ficar pensando no “vai terminar” enlouquece e tira o prazer deste momento.

Se o seu momento agora, leitora, não for bom, ele vai passar, que vai, vai. É contar até dez... Um dez que não se sabe até onde vai. Se, por outro lado, seu momento de agora for bom, faça uma festa, viva-o como se fosse eterno. A melhor ou única saída é a velha psicologia do aqui e agora.

O agora ruim mandemos aos quintos, ele vai passar, ele irá embora, não sabemos quando, como, mas vai... E o bom momento é vivê-lo como se fosse eterno. Quando nos esquecemos do ontem e do amanhã e fazemos nosso melhor no aqui e agora as coisas tendem a ficar mais à nossa mão.

Vejo hoje certos casamentos celebrados nas redes sociais e bufo, bah, não vai dar certo, não irá longe... E acerto, mais das vezes. Por quê? Porque está na cara que certas pessoas fazem o que fazem por exibicionismos, os amores que dizem sentir são jogadas de um marketing fajuto, acabam se lascando.

Nossos amores ou nossos negócios podem não dar certo, mas temos que meter a cara pensando que sejam eternos, mesmo que apenas enquanto durem. E como não sabemos o tempo dessa duração, seremos felizes nesse meio tempo. É o que conta e vale.

FORÇA

Por que as Fake News têm a força que têm e são tão avassaladoras no Brasil? Porque o povo lê pouco, prefere novelas, futebol e programas engraçados na tevê ao invés de acompanhar as notícias, saber do que acontece. Povinho acredita em qualquer história de Papai Noel, lobisomens e mentiras políticas. Acaba levando ferro. Essa culpa não pode ser terceirizada. Que beleza se os pais tivessem cabeça para ensinar isso aos filhinhos...

CRENÇAS

Os “cientistas” chamam de “agroglifo” aqueles desenhos que volta e meia aparecem num campo de fazenda ou numa plantação, dando a falsa ideia de que foram feitos por ETs. Credo, que desespero de certos humanos. Nunca até hoje um ET foi visto, fotografado, tocado. Tudo não passa de “obras” humanas feitas por idiotas que querem criar discussões e trazer “provas” de que existem extraterrestres. Enquanto não algemarem um ET, tudo besteira de desocupados.

FALTA DIZER

Uma conhecida cantora brasileira, que está completando 70 anos, disse numa entrevista que ela não tem pudor, diz o que pensa. Não acredito. Quem diz o que pensa não passa de uma lata de lixo. Educação e bom senso nos travam a língua. Se não travar, lixo, lixo não reciclável..