Tenho uma história para contar, mas antes preciso dizer que não acredito mais nelas, perdi inteiramente o encanto e não mais vou me deixar enganar pela carinha delas... De quem falo e por que falo? É que elas são irreais, não existe, são “mentirosas”... Falo das mulheres das capas de revistas. Elas “não existem”, a cara delas não é a cara delas, não é a cara delas limpas, gripadas e numa segunda-feira pela manhã.

São fotos retocadas, sem ruguinhas, sem manchinhas, sem o natural de todos nós de cara lavada. Por que fazem isso? Por que as revistas as “vendem” irreais, falsas? Essas mulheres de capas de revistas constrangem “todas” as mulheres vivas, sem retoques, as verdadeiramente bonitas...

O que eu queria contar conto agora. Foi assim. Era uma edição da revista Marie Claire, compro todas, e na capa uma “irrealidade”: a foto de uma cantora. Já fui muito entusiasmado por ela, mas a partir do momento em que ela começou a cantar muito mais com o traseiro do que com a voz, desisti. Na capa dessa edição da Marie Claire ela estava na capa. E junto à foto dela, perfeita, irreal, uma frase. A frase era esta: - “Não sou de chorar nem de me arrepender”. Não gosto de mulher que não chora. Aliás, não gosto de quem não chora, homem ou mulher.

O choro é um alívio, é um desabafo diante do que não podemos mudar. O choro da impotência, da “sofrência”, é psicanalítico, é o choro das entranhas, é o choro do bem. Quem me diz que não chora, rejeito. Chega para lá, não me serve! Acrescente-se ao não chorar, a frase: não sou de me arrepender. Mas como? A pessoa erra, comete um dolorido crime, ação, gesto, o que for, e

não se vai arrepender? Deus me livre desse tipo perto de mim. – Ah, e antes que esqueça, não chorar vai produzir um dano sério na saúde, é uma pressão muito forte que é silenciada por ou um falso machismo ou por uma falsa fortaleza pessoal. Vão pagar caro por isso. E não se arrepender é típico dos psicopatas, dos que cometem crimes, sabem deles e o farão novamente se tiverem oportunidade. Saiam pra lá. E quanto às caras de capas de revistas, cruzes, todas são mentiras “filtradas”...

Reação

Quando quem de direito não faz o que tem que ser feito, alguém tem que fazer... Feminícios estão fora de controle. A Lei Maria da Penha “comprovadamente” piorou tudo... Diante disso, os bandidos têm que sentir o peso do castigo pelo que fizeram, afinal, diz a Bíblia que “olho por olho, dente por dente”. Os caras têm que pagar na mesma moeda com que abatem as mulheres... Covardes impotentes!

Armas

O cara que compra ou o pai que dá de presente não pode ficar “solto”. Falo de “armas de brinquedo” que parecem armas de verdade, muito comuns por aí. Se um sujeito, “brincando”, aponta uma “arma” dessas para um desavisado, o desavisado pode fazer o que bem entender contra o “bandido”. Brincadeira tem hora. Ferro nos que “brincam” sério e ameaçando, ainda que por “brinquedo”. Vadios.

Falta Dizer

Você teme o futuro? Ninguém jamais saberá sobre ele, mas... Algumas coisas podem ser feitas para torná-lo, tanto quanto possível, menos sofrido. Criar bons hábitos, fugir do consumismo, pensar positivo, garantir o teto de moradia, poupar e... Viver o hoje. O mais é perda de tempo. Ah, é claro, e não perder tempo com bobagens, o que mais fazemos...

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger