As impressões digitais provam que não somos iguais, graças a Deus. E se somos todos diferentes é estupidez tratar a todos por igual, aliás, não conheço quem o faça. Todas as pessoas têm altas doses de hipocrisia, duas caras, mentem muito, todas, sem exceção. - Estás te incluindo nessa, Prates? Mas evidente que sim, ora já se viu alguém que não mente... A questão, todavia, é que precisamos fazer teatro diante dos outros, é muito duro dizer, sem tato, verdades sobre eles. Melhor é passar uma vaselina antes, afinal, a verdade é uma injeção muito doída e nem sempre ela nos vai fazer melhores nem felizes, e podemos destruir pessoas frágeis. Acabei de ver num telejornal uma enorme fila de empregos em São Paulo, gente de todas as culturas buscando “salário”... Todas queriam uma vaga. Para trabalhar, trabalhar mesmo, duvido que houvesse um ou dois na fila, o que o pessoal quer é um salário garantido. Mas... Mas é preciso certos cuidados de “marketing pessoal”. Imagem e linguagem contam muito na vida, penso mesmo que no balanço final é o que mais conta. As aparências nos enganam, sabemos disso, mas somos irresistivelmente atraídos pelas aparências, ainda que duvidemos delas. E dúvida já é razão suficiente para não levar, por exemplo, um “amor” adiante, amor e dúvida não dormem juntos. Na tal fila de empregos havia uma mulher que me chamou especial atenção. Ela tinha os beiços pintados de azul. Tem cabimento? Em qualquer empresa de médias exigências ela não vai ser contratada. E o pior é que não se pode dizer a ela da verdadeira causa das rejeições por que ela vai passar na vida. Isso virou crime, verdades viraram crimes, preconceitos. E imagem conta, decide. Linguagem também. Não é por outra razão que o que mais reprova candidatos em grandes empresas é a “entrevista”, a conversa do candidato com alguém da direção. Faz sentido. Um tosco no falar será um tosco no fazer. Ah, mas isso é preconceito! Não é, é estatística... Vestir-se com apuro, com cuidados, e falar com limpeza, com assepsia vocabular é uma possibilidade de todos e uma virtude de poucos, afinal, as pessoas decidem o que querem ser e como querem ser na vida. E a maioria decide por ser um nada... Quem estiver saindo para procurar trabalho, então, é escovar bem a “língua” – cuidado com as palavras - e vestir-se com apuro e discrição, e não como uma bandeira do Divino: todas as cores e nenhuma harmonia. Sucesso. Boa sorte! ELA Ela é jovenzinha, “sucesso” na TV e já está rica. Santo Deus, não lhe vejo talento, mas agora é assim... Mas até aí nada. Uma declaração dela é que me fez coçar o queixo. Ela disse exatamente assim ao falar sobre a vida sexual: - “Quero casar virgem, é algo que Deus espera da gente”! Que gente, menina? Dos homens também? Religião só para um lado? Tão jovem e já tão dissimulada. FALTA DIZER Jornalistas idiotas. Deram, com detalhes, a notícia de um vagabundo que matou a ex-mulher em São Paulo. E no final disseram que ele também morreu. Os covardes evitaram dizer que o maldito se matou.